A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

Lupa anuncia novos nomes do Conselho Editorial e criação de colegiados de Ética e Negócios

| Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
04.jun.2019 | 17h43 |

A Agência Lupa anunciou nesta terça-feira (4) os novos componentes de seu Conselho Editorial e a criação de outros dois colegiados para nortear as decisões de governança da empresa: o Conselho de Negócios e o Conselho de Ética. Os grupos fazem parte da nova estrutura administrativa da Lupa, formada, desde abril, por três diretorias – a de Estratégia e Negócios, sob comando do executivo de comunicação Gilberto Scofield Jr., a de Conteúdo, liderada pela jornalista Natália Leal, e a de Marketing e Educação, a cargo do publicitário Douglas Silveira.

O novo Conselho Editorial será formado pelos jornalistas Flávia Oliveira, Adriana Barsotti, Mariza Tavares e José Brito Cunha, além de Scofield Jr. e Natália. Os integrantes auxiliarão a diretoria nas definições editoriais e na mentoria de novos produtos de conteúdo.

Já o Conselho de Negócios será integrado por Raphael Wagner Carvalho, o empresário André Miceli e o engenheiro Gilberto Figueira, além de Silveira e Scofield Jr., diretores da Lupa. O objetivo é que os conselheiros possam auxiliar os executivos da agência na tarefa de dirigir uma startup que se pretende saudável financeiramente e autossustentável.

“Um dos maiores desafios de uma startup é justamente consolidar-se financeiramente e crescer de forma sustentável. Toda a ajuda é bem-vinda”, diz Scofield.  

Por fim, o Conselho de Ética conta com nomes que são uma referência no tema associado ao jornalismo no Brasil. Fazem parte do colegiado os jornalistas e professores Eugênio Bucci, Leonel Aguiar e Rogério Christofoletti, que compõem o colegiado ao lado de Natália e Scofield Jr. A principal tarefa deste conselho é zelar pela credibilidade e compromisso jornalístico da Lupa diante de novas decisões de modelos de negócio, mantendo a imparcialidade que o trabalho feito pela agência requer.

“Os leitores exigem transparência nas nossas decisões editoriais e de negócio e precisamos avaliar constantemente se estamos cumprindo com essas exigências”, avalia Natália.  “Contar com nomes como estes para nos auxiliar nas definições da Lupa nos enche ainda mais de confiança em estarmos fazendo um bom trabalho.”

Os três conselhos têm mandatos de dois anos, que terão início em julho de 2019, e devem se reunir semestralmente.

Veja quem são os integrantes dos conselhos da Lupa

Conselho Editorial

Flavia Oliveira: formou-se em jornalismo na Universidade Federal Fluminense (UFF). É técnica em estatística pela Escola Nacional de Ciências Estatísticas (Ence). Tem 27 anos de experiência em jornalismo diário na cobertura de economia, indicadores sociais, empreendedorismo, desigualdades de gênero e raça, segurança pública. É colunista do jornal O Globo. Comenta economia nos telejornais “Estúdio i’ e “Edição das 18h”, do canal GloboNews, e “CBN Rio”, da rádio CBN. É membro dos conselhos consultivos da Anistia Internacional Brasil, da ONG Uma Gota no Oceano, do Centro de Estudos das Relações de Trabalho e Desigualdades (Ceert) e do Observatório de Favelas. Integra a comissão de matriz africana do Museu do Amanhã, no Rio de Janeiro.

Adriana Barsotti: é professora da pós e da graduação da ESPM-Rio.  Jornalista com mais de 20 anos de experiência nas redações de O Estado de S.Paulo, IstoÉ, O Globo e Projeto #Colabora, é autora dos livros “Jornalista em mutação: do cão de guarda ao mobilizador de audiência” e “Uma história da primeira página: do grito no papel ao silêncio no jornalismo em rede”, ambos dedicados ao estudo das transformações e desafios no cenário de mídia.

Mariza Tavares: foi diretora-executiva da Rádio CBN durante 14 anos, entre 2002 e 2016. Organizadora do livro “CBN, a rádio que toca notícia”, coordenou também a elaboração do “Manual de Redação da CBN” e ancorou o programa “50 Mais CBN”, sobre longevidade, ao lado do médico Alexandre Kalache e da também jornalista Mara Luquet. Foi repórter da revista Veja, editora-executiva do jornal O Globo e gerente-geral da Agência O Globo. Formada em jornalismo pela Universidade Federal Fluminense, fez mestrado em comunicação na UFRJ e MBA em gestão de negócios no Ibmec. Entre os prêmios que recebeu estão um Esso de Jornalismo na categoria Informação Científica ou Tecnológica e o Prêmio Comunique-se como executivo de veículo de comunicação. Atualmente dá aulas na PUC-Rio, de empreendedorismo na comunicação; escreve uma coluna semanal sobre gestão de carreira para o portal Letras&Lucros; e mantém o blog “Longevidade: modo de usar”, no G1.

José Brito Cunha: Jornalista, publicitário e mestre em Ciências Sociais. Está no Grupo Globo desde 2006. É um dos fundadores da JEDUCA – Associação dos Jornalistas de Educação. Foi professor do laboratório de jornalismo e mídias digitais na ESPM, colaborador do Rio Webfest e conselheiro da Agência Lupa no combate à desinformação nas eleições 2018. Colaborou ainda com a Folha de S. Paulo (2004). Bolsista da National Press Foundation (EUA, 2010) e jurado do Prêmio Gabriel García Márquez (Colômbia, 2014). Atualmente é Gerente de Distribuição do Canal Futura, na Fundação Roberto Marinho, onde atua na transformação digital da marca e posicionamento de mercado em plataformas digitais a partir da produção de conteúdo, gestão de produto e inteligência de dados com foco em educação e entretenimento.

Conselho de Ética

Rogério Christofoletti: Professor do Departamento de Jornalismo da Universidade Federal de Santa Catarina, onde também atua como coordenador de pesquisa. Jornalista, mestre em Linguística e doutor em Ciências da Comunicação. Autor de três livros e organizador de outros oito, tem dezenas de artigos publicados em periódicos científicos nacionais e internacionais, tratando de Ética Jornalística, Crítica de Mídia, Novas Tecnologias e Educação. Como pesquisador, já desenvolveu projetos com financiamento da UNESCO, UOL, CNPq, EBC, ANDI e Fapesc. Desde 2009 é um dos líderes do Observatório da Ética Jornalística (objETHOS). Em 2010, venceu o Prêmio Luiz Beltrão/Intercom na categoria Liderança Emergente. Pesquisador do CNPq. Membro do Conselho de Especialistas do projeto Media Ownership Monitor 2017 (Repórteres Sem Fronteiras/Intervozes). Presidente da Comissão de Ética do Sindicato dos Jornalistas de Santa Catarina.

Eugenio Bucci: é professor doutor da Escola de Comunicações e Artes (ECA) e pesquisador visitante do Instituto de Estudos Avançados (IEA) da Universidade de São Paulo (USP). É colunista do jornal “O Estado de S. Paulo” e do site “Observatório da Imprensa”. Integrou o conselho curador da Fundação Padre Anchieta (TV Cultura de São Paulo) de 2007 a 2010. Autor de livros e ensaios sobre comunicação e jornalismo, foi presidente da Radiobrás entre 2003 e 2007. Como crítico de televisão e de cultura, manteve colunas em jornais na “Folha de S. Paulo” e “Jornal do Brasil” e nas revistas “Veja”, “Nova Escola” e “Sem Fronteiras”. Na Editora Abril, foi diretor de redação de revistas mensais e secretário editorial. Bucci é graduado em Jornalismo e em Direito pela Universidade de São Paulo (USP) e é doutor em Ciências da Comunicação, também pela USP.

Leonel Azevedo de Aguiar: É professor do Programa de Pós-graduação em Comunicação da PUC-Rio. Recebeu o Prêmio Adelmo Genro Filho de Pesquisa em Jornalismo (Orientador – Doutorado 2018) e o Prêmio Compós de Teses e Dissertações (Orientador – Mestrado 2013). Possui Doutorado e Mestrado em Comunicação e Cultura pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), com graduação em Comunicação Social/Jornalismo pela Universidade Federal Fluminense (UFF). Pesquisa sobre temas vinculados ao campo dos estudos em jornalismo, com ênfase nas Teorias do Jornalismo.

Conselho de Negócios

Andre Miceli: Mestre em Administração pelo Ibmec RJ, com MBAs em Gestão de Negócios e Marketing pela mesma instituição. Pós-graduado no programa Advanced Executive Certificate in Management, Innovation & Technology do Massachusetts Institute of Technology (MIT), cursou o programa de Negociação da Harvard Law School. É Graduado em Tecnologia e Processamento de Dados pela PUC do Rio de Janeiro. Fundador Diretor Executivo da Infobase, uma das 50 maiores integradoras de TI do Brasil e da agência digital IInterativa, atuando em clientes de diversos segmentos. É, ainda, coordenador dos MBAs de Marketing Digital, Post MBA em Digital Business da FGV Management, professor do Internacional Masters Programme da Fundação Getulio Vargas (EBAPE) e coautor do curso de Gestão de TI do MBA do Ibmec RJ.

Raphael Wagner Carvalho:  é engenheiro eletrônico e de produção pela puc-rio. Foi sócio da Ágora e foi head das áreas de Produtos, Eletronic Trading Desk, Conteúdo, Canais, Comercial, Data Base Marketing dentre outras. Foi head também da Bradesco Corretora, sócio da ABL Shopping Centers. Atualmente Raphael é sócio fundador da Spot Métrica, empresa de tecnologia com foco em inteligência de dados para o varejo off line.

Gilberto Figueira: Engenheiro Químico. Doutor em Administração (IAG – PUC-Rio). Mestre em Administração (COPPEAD – UFRJ). Pós-graduado em Gestão de Negócios (EBAPE – FGV), Atuou como professor no COPPEAD-UFRJ e, como executivo, nas áreas de marketing, planejamento estratégico e no desenvolvimento de novos negócios no Brasil e no exterior.

Editado por: Natália Leal

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo