A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

#Verificamos: Livro com cristais em foto não é ‘Bíblia resgatada do fundo do mar’

Repórter | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
25.jun.2019 | 10h34 |

Circula pelas redes sociais a imagem de um livro coberto por cristais. Uma legenda afirma se tratar de uma edição da Bíblia encontrada “intacta e legível” no fundo do oceano. Por meio do projeto de verificação de notícias, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa:

“Bíblia encontrada no fundo do oceano ainda intactas [sic] e legível” 

Legenda de imagem que, até as 16h de 24 de junho de 2019, tinha mais de 77 mil compartilhamentos no Facebook

FALSO

A informação verificada pela Lupa é falsa. O livro retratado na imagem não é uma Bíblia resgatada do fundo do mar, mas sim um dicionário alemão-inglês, que a artista plástica Catherine McEver submeteu a um processo de cristalização. Ela explica como fez isso com o livro e com outros objetos em um post em seu blog pessoal, publicado em 18 de maio de 2014. Há instruções para quem quiser repetir o procedimento.

McEver confirmou à Lupa que tem sido procurada por várias plataformas de checagem para falar sobre o livro cristalizado. “Toda a história no Facebook é falsa. Eu sou a artista que criou aquele livro como uma obra de arte. Alguém roubou a foto do meu blog e usou para criar uma notícia falsa”, disse, por e-mail. “O livro não é uma Bíblia. É um dicionário alemão-inglês que comprei usado em um sebo.” A artista vendeu a obra para uma galeria há cinco anos. “No último fim de semana, encontrei o comprador e contei sobre a história falsa da Bíblia que circula na rede. Ele achou engraçada.”

Publicações com conteúdo semelhante circulam pelo menos desde 2017 na internet. A foto já foi inclusive associada a outra escritura religiosa, o Alcorão. A imagem também apareceu recentemente na Índia, em uma versão similar à brasileira, verificada pela Sala de Guerra Anti Notícias Falsas do India Today.

Uma checagem semelhante foi feita pelos sites AFP Checamos, E-Farsas e Fato ou Fake.

Nota: esta reportagem faz parte do projeto de verificação de notícias no Facebook. Dúvidas sobre o projeto? Entre em contato direto com o Facebook

Editado por: Natália Leal

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo