A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

#Verificamos: É falso que Benedita da Silva foi ‘embaixadora em Nova York’

Repórter | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
22.jul.2019 | 13h43 |

Circula pelas redes sociais que a ex-ministra e deputada federal Benedita da Silva (PT-RJ) foi embaixadora do Brasil nos Estados Unidos. A publicação diz ainda que ela ocupou o cargo na cidade de Nova York. Por meio do projeto de verificação de notícias, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa:

“Você sábia (sic) que Benedita da Silva já foi embaixadora em News York (sic) e nem inglês falava!”

Texto de post que, até as 12h de 22 de julho de 2019, tinha mais de 4,1 mil compartilhamentos no Facebook

FALSO

A informação analisada pela Lupa é falsa. Benedita da Silva jamais teve cargo diplomático. O currículo completo da parlamentar, que está disponível na sua página pessoal no site da Câmara dos Deputados, não cita qualquer função pública ocupada fora do país. No site do Ministério das Relações Exteriores, seu nome não consta na relação de todos os embaixadores dos Estados Unidos. Além disso, a embaixada brasileira dos Estados Unidos fica em Washington, não em Nova York – a cidade americana tem um consulado.

A única atividade que Benedita realizou relacionada à política externa foi a suplência na Comissão de Relações Exteriores da Câmara (2011-2012, 2013-2014, 2015-2017, 2017-2018 e 2019). Ela começou a carreira política como vereadora do Rio de Janeiro (1983-1986). Foi eleita deputada federal duas vezes (1987-1995) e virou senadora pelo estado (1995-1998). Tornou-se vice-governadora (1999-2002), na gestão Anthony Garotinho (PDT), e governadora do Rio de Janeiro (2002). 

Foi ainda ministra da Assistência e Promoção Social no primeiro mandato do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, de 2003 a 2007. Depois disso, assumiu a Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos do Rio de Janeiro, no primeiro mandato do governador Sérgio Cabral (MDB), de 2007 a 2010. Em 2010, elegeu-se novamente deputada federal, cargo para o qual foi reconduzida em 2014 e em 2018, e que ocupa atualmente.

Essa checagem também foi feita pelos sites Boatos.org, E-Farsas, Aos Fatos e Fato ou Fake.

Nota: esta reportagem faz parte do projeto de verificação de notícias no Facebook. Dúvidas sobre o projeto? Entre em contato direto com o Facebook

Editado por: Natália Leal

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo