A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

#Verificamos: É falso que ‘biblioteca’ e ‘museu’ da Petrobras foram destruídos

Repórter | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
29.jul.2019 | 17h31 |

Circula pelas redes sociais a informação que homens trituraram o acervo de uma biblioteca mantida pela Petrobras no Rio de Janeiro. Segundo a legenda da publicação, os itens foram destruídos. Por meio do projeto de verificação de notícias, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa:

“A Petrobras mantinha uma biblioteca e um museu de geologia no Rio de Janeiro, vinculado a Universidade da Petrobras, responsável pela formação e atualização de seus profissionais e intercâmbio com universidades. Homens chegaram na biblioteca e avisaram que os profissionais da Petrobras deveriam retirar o que quisessem, porque tudo seria triturado. Destruíram o acervo e os registros de pesquisas. Lembram nazifascistas queimando livros”
Legenda da imagem  que, até as 15h de 29 de julho de 2019, tinha mais de mil compartilhamentos no Facebook

FALSO

A informação analisada pela Lupa é falsa. A biblioteca e a exposição mantidas pela Petrobras não foram destruídos. A empresa informou, em nota, que as instalações da Universidade Petrobras (UP) estão passando por um processo de migração e seus laboratórios e exposições estão sendo transferidos de local. Segundo a companhia, o Espaço de Geociência Terra & Petróleo, por exemplo, teve seu acervo “cuidadosamente embalado e transportado, e atualmente se encontra completamente preservado aguardando apenas a sua montagem em local apropriado.”

Diferentemente do que circula pelas redes sociais, os livros também não foram “triturados.” A Petrobras afirma que as obras de arte da biblioteca da Universidade Petrobras passam por uma triagem periódica – os livros em bom estado são mantidos, e os que tenham conteúdo defasado ou estejam em mau estado de conservação são levados para reciclagem. A empresa diz que “segue adicionando livros ao seu acervo, priorizando obras que possuam versões digitais, exatamente na intenção de garantir a maior disseminação possível para esses conteúdos.”  

Essa informação começou a circular após o site GGN divulgar uma reportagem afirmando que o acervo da UP teria sido destruído, na última sexta-feira (26). Nesta segunda-feira (29), o site publicou uma nota esclarecendo que a informação estava errada

Essa informação também foi verificada pelo E-farsas.

Nota: esta reportagem faz parte do projeto de verificação de notícias no Facebook. Dúvidas sobre o projeto? Entre em contato direto com o Facebook

Editado por: Natália Leal

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo