A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

#Verificamos: É falso que ambientalistas jogaram lixo em rua no centro de São Paulo

Repórter | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
06.ago.2019 | 12h37 |

Circula pelas redes sociais um post com uma foto da Rua Maria Antônia, no centro de São Paulo, repleta de lixo. A legenda diz que a sujeira foi deixada por ambientalistas que defendem a Amazônia. Por meio do projeto de verificação de notícias, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa:

“Foi assim que os hipócritas do ‘SALVEM A AMAZÔNIA’ deixaram a Rua Maria Antonia, no Centro do São Paulo”

Legenda de foto que, até as 11h de 6 de agosto de 2019, tinha mais de 20 mil compartilhamentos no Facebook

FALSO

A informação de que o lixo foi jogado na rua por ambientalistas é falsa. A Lupa checou a imagem, ouviu comerciantes locais e descobriu que a sujeira foi deixada na via depois de uma festa de recepção de calouros, promovida por alunos da Universidade Presbiteriana Mackenzie, em 31 de julho deste ano. Os estudantes foram aprovados no vestibular de inverno para mais de 20 cursos iniciados no segundo semestre de 2019.

A publicação original da foto, feita às 7h29 do dia 1º de agosto, critica o comportamento das pessoas que sujaram a rua, dando a entender que foram jovens, sem citar ambientalistas ou dar detalhes sobre o que aconteceu. “Rua Maria Antônia às 7:30. A geração que vai salvar o planeta passou por aqui ontem”, diz o texto do post, que, até as 11h de 6 de agosto de 2019, tinha 520 compartilhamentos no Facebook.

Por meio de uma busca no Google Maps, foi possível localizar o ponto exato onde a foto foi feita: a altura do número 328 da rua Maria Antônia, na Vila Buarque, centro da capital paulista. Bem perto do local fica uma das entradas do campus Higienópolis do Mackenzie.

A Lupa telefonou para quatro pontos de comércio localizados naquele trecho e todos os funcionários confirmaram que houve a festa de recepção dos calouros na quarta-feira (31). “Tinha muita gente bebendo na rua”, disse Paula Melo, auxiliar de vendas da livraria e editora Disal, que fica no número 380. A comemoração estendeu-se pela madrugada. Na manhã do dia seguinte, quando foi tirada a foto, o lixo espalhava-se pela calçada. “Os próprios comerciantes se juntaram para limpar”, afirmou Carlos Alberto da Silva, atendente do bar Kenzie, localizado no número 325.

Nota: esta reportagem faz parte do projeto de verificação de notícias no Facebook. Dúvidas sobre o projeto? Entre em contato direto com o Facebook

Editado por: Chico Marés

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo