A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

#Verificamos: Jornalista de Araraquara não foi demitido por ‘retaliação’ a cobertura do caso dos hackers

Repórter | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
13.ago.2019 | 19h00 |

Circula nas redes sociais que o jornalista Claudio Dias foi demitido de seu cargo de editor do site A Cidade On, de Araraquara, em uma “retaliação” da empresa por ele ter divulgado que hackers presos na cidade tentariam vender material obtido ilegalmente ao PT. Por meio do projeto de verificação de notícias, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa:

“A demissão do jornalista é uma clara retaliação pelas reportagens do jovem jornalista que desmontou a versão do Hacker Walter Delgatti Neto, o Vermelho”
Conteúdo publicado no site Agora Paraná que, até as 18h do dia 13 de agosto, tinha sido compartilhado por mais de 200 pessoas no Facebook

FALSO

A saída de Dias do A Cidade On Araraquara não tem relação com as matérias publicadas pelo jornalista sobre a atuação dos hackers da cidade. Segundo o diretor de rádios e mídias digitais do grupo EPTV, proprietário do site, Josué Suzuki, Dias, de fato, foi demitido, mas por ter insultado leitores do site usando o perfil do veículo no Facebook. Dias confirma que ofendeu leitores na rede social sob o efeito de medicamentos e nega que demissão seja relacionada ao caso dos hackers. Ele diz, porém, que outras questões, que não especificou, podem ter influenciado na decisão.

Segundo Suzuki, Dias, editor responsável pelas sucursais de Araraquara e São Carlos do site, foi demitido por dizer “grosserias” para leitores utilizando a conta do Facebook do veículo. O diretor do grupo lamentou a situação e elogiou a cobertura feita pelo jornalista no caso dos hackers. “Não só reconhecemos o bom trabalho, como todos os veículos do grupo noticiaram o caso à exaustão”, diz.

As ofensas aos leitores foram apagadas da página do portal no Facebook, e o jornal publicou nota sobre a situação pedindo desculpas aos leitores. “As observações feitas por um dos funcionários do site A Cidade On Araraquara ao responder ao comentário de muitos internautas não condiz com o que a empresa tem como verdade e exerce no dia a dia”, diz a nota.

No dia 9 de agosto, Dias se manifestou sobre o caso em sua página pessoal no Facebook. “Uma falha pessoal ocasionou o fim do meu contrato com o grupo EPTV. Grupo que respeito”, diz. “Infelizmente, talvez, resultado do trabalho excessivo, dei uma surtada mesmo e fui grosseiro com alguns internautas. Erro admitido, mas que reconheço não lembrar de ter cometido.”

À Lupa, Dias disse que tomou um remédio para gastrite cujos efeitos colaterais eram sonolência e perda de memória. Nesse período, respondeu a internautas de forma ofensiva numa publicação não relacionada ao caso dos hackers. Segundo ele, o conteúdo falava de um segurança que denunciou um funcionário fumando maconha em um shopping. Usando o perfil do site, Dias chamou um usuário de “nóia” e disse que “se fosse para bloquear os maconheiros, não sobraria ninguém para discutir o post”.

Apesar desse episódio, o jornalista disse que outros motivos poderiam ter influenciado na decisão da empresa, e que “nenhum jornalista” da cidade acredita que essa seja a única razão da demissão. Ele diz que a versão publicada no site Agora Paraná, porém, “deu uma aumentada” na história.

A Lupa procurou a regional de Ribeirão Preto do Sindicato dos Jornalistas de São Paulo, responsável por Araraquara, mas não teve retorno.

Caso dos hackers

Embora fosse editor do site, Dias atuou na cobertura do caso dos hackers de Araraquara como repórter. Ele foi responsável, em 23 de julho, pela primeira matéria identificando Walter Delgatti Neto e Gustavo Henrique Elias Santos como alvos da Operação Spoofing. Quatro dias depois, publicou diálogos no WhatsApp nos quais Delgatti dizia ter a intenção de vender conteúdos obtidos ilegalmente ao PT.

O site A Cidade On é de propriedade do grupo EPTV, e tem filiais nas cidades de Araraquara, São Carlos, Ribeirão Preto e Campinas. O grupo EPTV também é dono de retransmissoras da Rede Globo no interior de São Paulo e de Minas Gerais, além de três rádios.

Nota: esta reportagem faz parte do projeto de verificação de notícias no Facebook. Dúvidas sobre o projeto? Entre em contato direto com o Facebook

Editado por: Natália Leal

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo