A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

#Verificamos: É falso que número de focos de queimada na Amazônia é o menor desde 1998

Repórter | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
22.ago.2019 | 16h41 |

Circula nas redes sociais que o número de incêndios florestais no Brasil é o menor desde 1998, quando a série histórica do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) foi iniciada. Por meio do projeto de verificação de notícias, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa:

“Dados oficiais do INPE mostram que o governo Bolsonaro, mantém o menor índice de queimadas na Amazônia, desde 1998. A mídia insinuou que o número é o maior dos últimos anos. Acomodados com a mentira, a imprensa insiste em um modelo medíocre e caótico de desinformação”
Tuíte do perfil Isentões compartilhado por 3,5 mil pessoas até as 14h do dia 22 de agosto de 2019

FALSO

A informação analisada pela Lupa é falsa. Entre os meses de janeiro e julho de 2019, foram registrados pelo Inpe 15.924 focos de queimadas na Amazônia. Este é o maior número para a região desde 2016, e representa um crescimento de 35,6% em relação ao mesmo período do ano passado. Nos últimos 20 anos, o número médio de focos de incêndio observados nos sete primeiros meses do ano foi de 14.015 – ou seja, ligeiramente abaixo do registrado em 2019. 

Em agosto, a quantidade de queimadas registrada – apenas até o dia 22 – já ultrapassa o total para o mês em 2018 e é a maior desde 2011. Em 2019, até agora, foram 23.677. No ano passado, 10.421. Segundo o Inpe, historicamente, 87,5% dos focos de queimada na Amazônia costumam ocorrer entre os meses de agosto e dezembro, ou seja, o período do ano que ainda não foi concluído.

A série histórica de focos de queimadas disponibilizada pelo Inpe tem dados desde junho de 1998 – ou seja, o primeiro ano completo é 1999. O instituto atualiza os números diariamente, mas os relatórios são compilados por mês. Para compará-los, é necessário observar períodos equivalentes. O conteúdo publicado pelo perfil Isentões e analisado pela Lupa se baseia em dados reais, mas compara os sete primeiros meses de 2019 com os anos completos anteriores. 

Nota: esta reportagem faz parte do projeto de verificação de notícias no Facebook. Dúvidas sobre o projeto? Entre em contato direto com o Facebook

Editado por: Natália Leal

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo