A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

#Verificamos: É falso que livro adulto tenha sido vendido para crianças na Bienal do Rio

Repórter | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
09.set.2019 | 16h43 |

Circulam pelas redes sociais imagens de um livro com temática adulta e desenhos de personagens infantis que, segundo as publicações, teria sido vendido para crianças na 19ª Bienal Internacional do Livro Rio – que ocorreu no Rio de Janeiro entre 30 de agosto e 8 de setembro. Na semana passada, o prefeito do Rio, Marcelo Crivella (PRB), tentou censurar a venda, no evento, de uma graphic novel dos Vingadores que mostrava dois heróis se beijando. Nas publicações que viralizaram em redes sociais, as imagens aparecem juntas. Por meio do projeto de verificação de notícias, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa:

“Em pleno domingo, Toffoli atende Dodge e libera livro infantil, com cenas de sexo gay no RJ”

Legenda de post no Facebook que, até as 12h de 9 de setembro de 2019, tinha sido compartilhada 533 vezes

FALSO

A informação, analisada pela Lupa, é falsa. As imagens de personagens similares aos de livros infantis, que aparecem neste e em outros posts semelhantes, pertencem a uma obra adulta, As Gêmeas Marotas, de Brick Duna, publicada em Portugal em 2012. O nome do autor é um pseudônimo e faz uma referência a Dick Bruna, famoso escritor e ilustrador holandês que criou a coelhinha Miffy. Os desenhos do livro são uma sátira a Bruna.

Imagens que mostram algumas das páginas de As Gêmeas Marotas circulam na internet desde pelo menos 2014. No site das Bibliotecas de Lisboa, o livro aparece classificado como ficção para adultos. A empresa de artes gráficas Multitipo, localizada em Queluz de Baixo, Portugal, fez a impressão e afirmou por telefone à Lupa que trabalha mediante encomendas. Não se sabe quem é o real autor do livro.

Em nota, a assessoria de imprensa da Bienal do Rio afirmou que a obra não foi vendida no evento. “Vale lembrar que a Prefeitura vistoriou o festival por dois dias seguidos e não encontrou absolutamente nada que julgasse passível de qualquer questionamento legal”, diz o texto.

Alguns posts chegaram a afirmar que As Gêmeas Marotas estava entre os 14 mil livros de temática LGBT distribuídos gratuitamente no evento pelo youtuber Felipe Neto, o que também é falso. No domingo (8), ele criticou no Twitter a circulação de imagens da obra nas redes sociais, o que classificou como parte de uma estratégia para veiculação de notícias falsas pelos seguidores do presidente Jair Bolsonaro (PSL).

Uma versão desta checagem foi produzida pelos sites Aos Fatos, Boatos.org, E-farsas e Estadão Verifica.

Nota: esta reportagem faz parte do projeto de verificação de notícias no Facebook. Dúvidas sobre o projeto? Entre em contato direto com o Facebook

Editado por: Natália Leal

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo