A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

#Verificamos: Foto de estátua satanista nos EUA é de protesto em defesa do estado laico

Repórter | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
20.set.2019 | 18h09 |

Circula pelas redes sociais a foto de uma estátua de Baphomet, uma entidade pagã hoje associada ao satanismo, que teria sido inaugurada recentemente em Oklahoma, nos Estados Unidos. A figura tem a seu lado duas crianças e, ao fundo, vê-se um prédio branco semelhante ao Capitólio, localizado em Washington. Por meio do projeto de verificação de notícias, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa:

“A estátua de Baphomet acaba de ser inaugurada nos Estados Unidos no Estado de Oklahoma.”

Trecho de legenda de post no Facebook que, até as 11h de 20 de setembro de 2019, tinha mais de 900 compartilhamentos

FALSO

A informação, analisada pela Lupa, é falsa. A foto original foi tirada em 16 de agosto de 2018 pelo jornal local Arkansas Times. Naquele dia, a estátua de Baphomet foi colocada temporariamente em frente ao Capitólio Estadual de Little Rock, capital do estado de Arkansas, no sudeste dos Estados Unidos. O grupo Templo Satânico levou a peça, de cerca de 2,5 metros de altura, até o local, em um protesto em defesa do estado laico. O episódio foi tema de reportagens nos principais veículos do país..

O problema começou em 2017, quando houve a instalação de um monumento em homenagem aos 10 Mandamentos nos arredores do Capitólio Estadual, com apoio do senador republicano Jason Rapert. Destruído intencionalmente por um carro no mesmo dia em que foi instalado, o controverso bloco de granito foi refeito e recolocado em abril de 2018. Entidades de defesa de direitos civis criticam a instalação, que consideram inconstitucional. A polêmica surgiu porque o monumento está ligado ao cristianismo e foi colocado em uma área pública, que, pela lei, tem de ser laica – ou seja, não pode privilegiar uma determinada religião em detrimento das outras.

Também contrário ao monumento, o Templo Satânico levou a estátua de Baphomet até Little Rock como forma de protesto, alegando que, se há espaço para uma religião, então deve haver para todas. A estátua de Baphomet foi retirada do local no mesmo dia, mas o Templo Satânico tem pressionado judicialmente as autoridades, alegando violação da Constituição no caso.

O grupo não é formado por adoradores do demônio, mas por ateus, ativistas humanistas e defensores da ciência e da liberdade de expressão. O uso de figuras demoníacas tem o objetivo de chocar e chamar a atenção para o aumento da influência da religião sobre o Estado, como ocorreu no Arkansas.  

A estátua de Baphomet foi criada pelo grupo em 2015, por meio de uma campanha de financiamento coletivo, por causa de uma situação semelhante ocorrida em Oklahoma. Na época, o estado também tinha um monumento em homenagem aos 10 Mandamentos instalado em área pública. Não houve tempo, no entanto, para usá-la. Naquele mesmo ano, uma decisão judicial ordenou a destruição da peça religiosa.

Nota: esta reportagem faz parte do projeto de verificação de notícias no Facebook. Dúvidas sobre o projeto? Entre em contato direto com o Facebook

Editado por: Chico Marés

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo