A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

#Verificamos: Vídeo que mostra execução de mulheres e crianças não foi filmado em Angola

Repórter | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
20.set.2019 | 19h32 |

Circula nas redes sociais um vídeo que mostra a execução de um grupo de mulheres e crianças na África. Na legenda, é informado que o vídeo foi filmado em Angola. Por meio do projeto de verificação de notícias, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa:

“Ditador comunista de Angola, amigo de lula e a quem ele mandou bilhões pelo BNDES, executando covardemente cristãos, até crianças. Isso tem que ser divulgado ao máximo !!”
Vídeo publicado no Twitter que, até as 19h do dia 20 de setembro, tinha sido retuitado por 1,9 mil pessoas

FALSO

O vídeo analisado pela Lupa não foi filmado em Angola, e sim em Camarões. Além disso, as mulheres e crianças não foram executadas por serem cristãs. Elas foram assassinadas por soldados camaroneses por suspeitas de ligação com o grupo extremista islâmico Boko Haram.

Esse vídeo circula nas redes sociais desde 2018. Inicialmente, sua origem não foi identificada, mas uma reportagem investigativa feita pela BBC Africa Eye mostrou que a execução aconteceu no norte de Camarões. 

Analisando detalhes como o relevo e a paisagem do local, as sombras mostradas no vídeo e as conversas dos soldados, os repórteres conseguiram identificar o local exato onde o vídeo foi gravado e quem eram os militares envolvidos. O governo camaronês inicialmente rechaçou as acusações, mas, posteriormente, abriu investigação e prendeu sete militares responsáveis pelas execuções.

A história completa pode ser vista no documentário em curta-metragem “Anatomy of a Killing” (aviso: cenas fortes), vencedor do Peabody Award, um dos mais importantes prêmios do jornalismo mundial:

Por fim, Camarões não foi um dos países africanos beneficiados por empréstimos para obras em infraestrutura do BNDES. As únicas nações do continente que receberam obras financiadas pelo banco brasileiro são Angola, Moçambique e Gana.

Essa informação também foi verificada pelos sites AFP Checamos e Fato ou Fake.

Nota: esta reportagem faz parte do projeto de verificação de notícias no Facebook. Dúvidas sobre o projeto? Entre em contato direto com o Facebook

Editado por: Nathália Afonso

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo