A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

#Verificamos: Foto de homem sorrindo ao ser enforcado não é de pastor morto na Síria

Repórter | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
24.set.2019 | 19h24 |

Circula nas redes sociais duas fotos de um homem prestes a ser enforcado sorrindo para a câmera. Na legenda, é dito que o homem em questão é um pastor condenado à morte na Síria por espalhar o evangelho. Por meio do projeto de verificação de notícias, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa:

“Esse Pastor foi condenado a morte na Síria por falar o Evangelho. E vai rindo pra forca pq sabe que já tá chegando a hora de se encontrar com Cristo. Enquanto uns Aqui no Brasil, só basta uma fofoca, que querem logo entregar o cargo e não quer ir mais a Igreja”
Publicação no Facebook que, até as 19h do dia 24 de setembro de 2019, tinha sido compartilhada por 70 mil pessoas

FALSO

A imagem analisada pela Lupa não mostra um pastor evangélico, e sim o iraniano Majid Kavousifar. A foto não foi tirada na Síria, e sim em Teerã, capital do Irã. Ele foi executado em 2 de agosto de 2007, acusado de assassinar, junto com seu sobrinho Hossein Kavousifar, o juiz Hassan Moghaddas – segundo o jornal britânico The Guardian, um magistrado conhecido por sentenciar dissidentes políticos à prisão. Kavousifar foi uma das vítimas mais conhecidas em uma onda de execuções públicas no Irã em 2007. Ele não era cristão.

A foto da esquerda é creditada à Agência de Notícias da República Islâmica (IRNA),órgão estatal de imprensa do Irã, sem que um fotógrafo específico seja identificado. A foto da direita, por sua vez, foi tirada pelo fotógrafo Alireza Sotakbar, da Agência de Notícias dos Estudantes Iranianos (ISNA)

Essa mesma informação falsa circula também em língua espanhola. Além disso, a mesma foto foi usada, erroneamente, para “noticiar” a morte do hacker argelino Hamza Bendelladj – ele atualmente se encontra preso nos Estados Unidos.

Nota: esta reportagem faz parte do projeto de verificação de notícias no Facebook. Dúvidas sobre o projeto? Entre em contato direto com o Facebook

Editado por: Natália Leal

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo