A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

#Verificamos: Imagem usa dados econômicos errados ao comparar 2016 com 2019

Repórter | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
25.nov.2019 | 20h39 |

Circula pelas redes sociais uma imagem que compara dados econômicos de 2016 e de 2019. Esses números supostamente mostram que o Brasil apresentava um quadro melhor em 2016 do que atualmente. Por meio do ​projeto de verificação de notícias​, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da ​Lupa​:

“Em 2016 estávamos em crise: Dólar R$ 2,70”
Texto de imagem publicado no Facebook que, até as 19h30 do dia 22 de novembro, tinha sido compartilhado por mais de mil pessoas

EXAGERADO

Em 2016, o dólar americano atingiu sua cotação mais baixa em relação ao real no dia 25 de outubro, R$ 3,1193. Ou seja, em nenhum momento daquele ano a moeda foi vendida a R$ 2,70, como indica a imagem. Os dados são do Banco Central. O dólar mais caro de 2016 foi vendido no dia 21 de janeiro – R$ 4,1558.   


“Em 2016 estávamos em crise: (…) Gasolina R$ 2,85”
Texto de imagem publicado no Facebook que, até as 19h30 do dia 22 de novembro, tinha sido compartilhado por mais de mil pessoas

EXAGERADO

Os dados da Agência Nacional de Petróleo (ANP) mostram que o preço médio da gasolina em 2016 era superior ao mencionado na imagem. Naquele ano, o menor preço do combustível foi registrado em julho – R$ 3,638 o litro. O maior, em dezembro: R$ 3,734 o litro.


“Em 2016 estávamos em crise: (…) Desemprego 6%”
Texto de imagem publicado no Facebook que, até as 19h30 do dia 22 de novembro, tinha sido compartilhado por mais de mil pessoas

FALSO

Os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) mostram que, no primeiro trimestre de 2016, a taxa de desocupação dos brasileiros era de 10,9% – o equivalente a 11 milhões de pessoas. No último trimestre daquele ano, a taxa era de 12%, ou 12,2 milhões de pessoas.


“Em 2016 estávamos em crise: (…) PIB 3,0%”
Texto de imagem publicado no Facebook que, até as 19h30 do dia 22 de novembro, tinha sido compartilhado por mais de mil pessoas

FALSO

Segundo a série histórica do Produto Interno Bruto (PIB), mantida pelo IBGE, no último trimestre de 2016, a economia brasileira havia encolhido 3,3% – considerando valores acumulados em doze meses. A variação negativa era menor do que a observada nos três trimestres anteriores – -4,4% (1º trimestre), -4,5% (2º trimestre) e -4,1% (3º trimestre) , mas, ainda assim, muito distante dos 3% positivos indicados na imagem.


“Em 2019 tá tudo maravilhoso: Dólar R$ 4,20”
Texto de imagem publicado no Facebook que, até as 19h30 do dia 22 de novembro, tinha sido compartilhado por mais de mil pessoas

VERDADEIRO

Na última segunda-feira (25), o dólar fechou cotado a R$ 4,2089, segundo dados do Banco Central. É a maior cotação registrada em 2019 para a moeda americana.


“Em 2019 tá tudo maravilhoso: Gasolina R$ 4,45”
Texto de imagem publicado no Facebook que, até as 19h30 do dia 22 de novembro, tinha sido compartilhado por mais de mil pessoas

VERDADEIRO

Segundo os dados da Agência Nacional de Petróleo (ANP), o litro da gasolina estava sendo revendido nos postos de combustível por R$ 4,38, em média.  


“Em 2019 tá tudo maravilhoso: Desemprego R$ 12%”
Texto de imagem publicado no Facebook que, até as 19h30 do dia 22 de novembro, tinha sido compartilhado por mais de mil pessoas

VERDADEIRO

Segundo a Pnad Contínua, a taxa de desocupação dos brasileiros era de 11,8% no terceiro trimestre de 2019, último dado divulgado pelo IBGE. Ao todo, 12,5 milhões pessoas estavam desocupadas no período da pesquisa.


“Em 2019 tá tudo maravilhoso: PIB: menos de 1%”
Texto de imagem publicado no Facebook que, até as 19h30 do dia 22 de novembro, tinha sido compartilhado por mais de mil pessoas

VERDADEIRO

Segundo o IBGE, o crescimento acumulado do Produto Interno Bruto (PIB) estava em 1% no segundo trimestre de 2019, considerando o acumulado dos quatro trimestres anteriores. Segundo o boletim Focus, do Banco Central, de 22 de novembro de 2019, a previsão de crescimento do PIB no ano é de 0,99%.

Atualização feita às 18h do dia 26 de novembro de 2019: O perfil que publicou a informação analisada pela Lupa não é o do jornalista Glenn Greenwald, mas sim uma página sem relação com o fundador do site The Intercept Brasil. A conta oficial do jornalista no Facebook é “Glenn Greenwald”, veja aqui.

Nota: esta reportagem faz parte do projeto de verificação de notícias no Facebook. Dúvidas sobre o projeto? Entre em contato direto com o Facebook

Editado por: Natália Leal e Chico Marés

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo