A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

#Verificamos: Lula não ‘confessou ser ladrão’ nem entregou seus companheiros em discurso

Editor | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
09.dez.2019 | 18h19 |

Circula nas redes sociais um vídeo no qual o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), segundo o título, “confessa que é ladrão e entrega os companheiros”. Por meio do ​projeto de verificação de notícias​, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da ​Lupa​:

“SOB EFEITO DO ÁLCOOL, LULA CONFESSA QUE É LADRÃO E ENTREGA OS COMPANHEIROS”
Título de vídeo publicado no YouTube pelo Canal do Conservador que, até as 17h30 do dia 9 de dezembro de 2019, tinha sido visualizado por mais de 219 mil pessoas

FALSO

O título do vídeo analisado pela Lupa é falso. Na gravação publicada sob esse título, em momento algum Lula “confessa” ser ladrão e “entrega” algum companheiro. Ele apenas diz que tem direito a um “julgamento democrático” e que, se as pessoas forem presas com base somente em delações premiadas, “nenhum de nós escapa”. Não há, tampouco, qualquer evidência que ele estivesse sob o efeito de álcool durante a gravação.

O vídeo do qual esse trecho foi retirado é antigo. Trata-se de um discurso feito por Lula em evento que comemorava os 25 anos da Confederação Nacional dos Metalúrgicos da Central Única dos Trabalhadores (CNM-CUT), no dia 28 de junho de 2017. A fala foi transmitida ao vivo na página do Facebook do próprio ex-presidente

No trecho publicado no YouTube pelo Canal do Conservador, Lula diz o seguinte: “Eu quero que qualquer pessoa que tenha roubado seja presa. É importante deixar claro. Mas eu quero que toda e qualquer pessoa, do mais pobre ao mais rico, tenha um julgamento democrático, tenha direito de defesa. E ninguém pode ser preso por uma delação premiada, porque, se isso continuar, nenhum de nós escapa.” É possível ver essa fala a partir dos 25 minutos de vídeo.

Na transmissão completa, ele continua esse raciocínio, apontando para outras pessoas no palco e dizendo: “Vão chegar e dizer que o Paulão é ladrão, que esse aqui é ladrão, sabe? E aí, o cara vai prender?”. Ou seja, na verdade, ele está criticando as colaborações premiadas, e não confessando um crime.

Nota: esta reportagem faz parte do projeto de verificação de notícias no Facebook. Dúvidas sobre o projeto? Entre em contato direto com o Facebook

Editado por: Maurício Moraes

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo