A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

#Verificamos: É falso que Bolsonaro concluiu ponte ferroviária no Nordeste em 11 meses

Repórter | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
02.jan.2020 | 17h12 |

Circula pelas redes sociais um vídeo que mostra a conclusão de uma ponte ferroviária sobre o rio São Francisco, no Nordeste, considerada como a “maior da América Latina”. De acordo com a legenda, o governo do presidente Jair Bolsonaro terminou a obra em 11 meses. Segundo a publicação, a construção estava parada por causa de “corrupção”. Por meio do ​projeto de verificação de notícias​, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da ​Lupa​:

“A maior ponte ferroviária da América Latina, em 11 meses, o governo Bolsonaro finalizou uma obra iniciada em 2014 e parada por causa da corrupção”

Legenda de vídeo em post no Facebook que, até as 15h de 2 de janeiro de 2020,  tinha 186 compartilhamentos

FALSO

A informação analisada pela Lupa é falsa. A ponte sobre o rio São Francisco, que faz parte da construção da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol), já estava praticamente concluída em dezembro de 2018, ou seja, antes do início do mandato de Jair Bolsonaro. A assessoria de comunicação da Valec Engenharia, Construções e Ferrovias, empresa pública responsável pelo empreendimento, afirmou à Lupa, por telefone, que a construção havia terminado naquele mês e faltavam apenas pequenos detalhes para serem finalizados.

Uma reportagem publicada em 19 de março de 2019 no site da Valec também destaca que a ponte já havia sido concluída naquela época. Também é possível acompanhar todo o andamento das obras por meio de vídeos publicados no canal Vida Engenharia no YouTube. Na gravação publicada em fevereiro de 2017, veem-se apenas os pilares da construção. Já no vídeo de dezembro de 2018, ou seja, no último mês do governo Michel Temer (MDB), a ponte aparece com toda a estrutura pronta.

A ponte começou a ser construída em 2014, no governo Dilma Rousseff (PT), e tem 2,9 quilômetros de extensão, ligando os municípios de Bom Jesus da Lapa (BA) e Serra do Ramalho (BA). O projeto procurou causar o menor impacto ambiental possível e, para isso, não foi alterado o curso natural do rio.

Uma versão semelhante dessa checagem foi feita por Boatos.org e Aos Fatos.

Nota:‌ ‌esta‌ ‌reportagem‌ ‌faz‌ ‌parte‌ ‌do‌ ‌‌projeto‌ ‌de‌ ‌verificação‌ ‌de‌ ‌notícias‌‌ ‌no‌ ‌Facebook.‌ ‌Dúvidas‌ ‌sobre‌ ‌o‌ ‌projeto?‌ ‌Entre‌ ‌em‌ ‌contato‌ ‌direto‌ ‌com‌ ‌o‌ ‌‌Facebook‌ 

Editado por: Natália Leal

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo