A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

#Verificamos: Vídeo de Fábio Porchat na cama com homem é ‘pegadinha’ feita em programa da Record

Repórter | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
10.jan.2020 | 19h26 |

Circula pelas redes sociais um vídeo que mostra o apresentador Fábio Porchat na cama do lado de um homem. Por meio do ​projeto de verificação de notícias​, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da ​Lupa​:

“Castigo veio a jato, Fábio Porchat flagrado com homem na cama, esse fdp do Porta dos Fundos que fez um vídeo denegrindo a imagem de Jesus como um “Jesus gay”, na verdade a bichona é ele. Este vídeo desmascara esse lixo e precisa ser repassada pra todos sem dó. 😡👎👇”
Legenda de vídeo que, até às 18h do dia 10 de janeiro de 2020, tinha mais de 300 compartilhamentos

FALSO

O vídeo analisado pela Lupa é, na verdade, uma “pegadinha” feita pelo apresentador Fábio Porchat. Em 2017, o ator orquestrou uma cena para parecer que estava na cama com um outro homem. A brincadeira foi ao ar no “Programa do Porchat”, da Record TV, e tinha como alvo o humorista Paulo Vieira.

Vieira tentou surpreender Porchat em seu quarto de manhã, também em uma “pegadinha”. Contudo, sabendo da brincadeira de antemão, o apresentador combinou com sua equipe de montar a cena que aparece no vídeo, colocando câmeras dentro do quarto, fazendo uma espécie de “contrapegadinha”.

Como é possível ver nas imagens, Vieira aparenta estar surpreso ao ver um outro homem com Porchat e sai do local. O caso é relatado na conta do programa  da Record no Twitter: “Paulo até caiu no choro depois do susto”.

Já em 2017 esse vídeo circulava como sendo uma cena real, e foi desmentida, à época, pelo Boatos.org. As imagens voltaram a circular nas redes após o lançamento do filme “A Primeira Tentação de Cristo”, um especial humorístico de Natal do Porta dos Fundos feito para a plataforma Netflix. No filme, Jesus é retratado como homossexual.

Na última terça-feira (7), o desembargador Benedicto Abicair, do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, determinou a suspensão da veiculação do filme, mas essa decisão foi revertida pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) José Dias Toffoli, na quinta-feira (9).

Nota: esta reportagem faz parte do projeto de verificação de notícias no Facebook. Dúvidas sobre o projeto? Entre em contato direto com o Facebook

Editado por: Chico Marés e Natália Leal

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo