A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

#Verificamos: Foto de ‘funcionária fantasma filha de assessor de Dilma’ é, na verdade, de atriz turca

Repórter | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
20.jan.2020 | 15h43 |

Circula pelas redes sociais um post com a foto de uma mulher acusada de ser funcionária fantasma do atual governo federal. Segundo a publicação, trata-se de Anieyl Gusmão Paiva, filha de Luiz Paiva, que teria atuado como assessor de um dos ministros do governo da presidente Dilma Rousseff (PT). O texto diz que Anieyl ganha R$ 37 mil em salários, além de R$ 28 mil em auxílios, apesar de morar há cinco anos na Irlanda. Por meio do ​projeto de verificação de notícias​, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da ​Lupa​:

“Anieyl Gusmão Paiva filha do ex assessor de ministro do Governo Dilma Luiz Paiva, é funcionária COMISSIONADA no Governo Federal, ganhando 37 mil de salários mais 28 mil de auxílios. O que ninguém explica é que Anieyl mora na Irlanda já faz 5 anos”

Texto de post no Facebook que, até as 14h30 de 20 de janeiro de 2020, tinha mais de 2,5 mil compartilhamentos

FALSO

A informação analisada pela Lupa é falsa. Não foi encontrado nenhum registro de uma funcionária chamada Anieyl Gusmão Paiva no Portal da Transparência do governo federal, na área de busca de servidores públicos. Também não há qualquer reportagem que trate do caso “denunciado” no post, contando a história de uma funcionária fantasma em cargo comissionado que more na Irlanda há cinco anos.

Além disso, a foto que ilustra o post mostra a atriz turca Tuvana Turkay e circula na internet pelo menos desde 2011. A artista, que tem 29 anos, atua em filmes no cinema e séries de TV. A mesma imagem foi publicada na página oficial da artista no Facebook em 27 de março de 2012.

Nota:‌ ‌esta‌ ‌reportagem‌ ‌faz‌ ‌parte‌ ‌do‌ ‌‌projeto‌ ‌de‌ ‌verificação‌ ‌de‌ ‌notícias‌‌ ‌no‌ ‌Facebook.‌ ‌Dúvidas‌ sobre‌ ‌o‌ ‌projeto?‌ ‌Entre‌ ‌em‌ ‌contato‌ ‌direto‌ ‌com‌ ‌o‌ ‌‌Facebook‌.

Editado por: Natália Leal

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo