A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

Foto: Cesar Lopes/PMPA
Foto: Cesar Lopes/PMPA

Coronavírus: veja o que já checamos sobre a pandemia que atinge o mundo

| Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
28.jan.2020 | 20h38 |

Descoberto em 7 de janeiro, o vírus SARS-Cov-2, da família coronavírus, infectou centenas de milhares de pessoas no mundo todo. A epidemia já alcançou mais de 100 países, em todos os continentes. E a desinformação sobre o assunto também cresce a cada dia. A Lupa tem uma newsletter diária e especial apenas com conteúdos sobre a pandemia. Clique aqui e inscreva-se para receber.

Situações dramáticas como essa são bastante propícias para a propagação de desinformação nas redes sociais. Por causa disso, a Lupa faz parte de uma aliança de mais de 100 checadores de quase 50 países que verificam informações que circulam sobre a doença. Este trabalho está sendo coordenado pela IFCN.

O novo coronavírus pode causar febre, tosse, falta de ar, problemas gástricos e diarreia. O vírus é da mesma família que os micro-organismos causadores da SARS (sigla em inglês para Severe Acute Respiratory Syndrome), epidemia também iniciada na China e que matou 774 pessoas entre novembro de 2002 e julho de 2003. Também é dessa família o vírus responsável pela MERS (sigla em inglês para Middle East Respiratory Syndrome), doença respiratória identificada em 2012, na Arábia Saudita, cuja taxa de mortalidade é de cerca de 38%.

Veja o que a Lupa checou até o momento:

#Verificamos: Padre Fábio de Melo não escreveu texto contra julgar quem descumpre quarentena na pandemia

#Verificamos: É falso que Mandetta renovou contratos de publicidade da era Dilma ‘sem aval do planalto’

#Verificamos: É falso que empresário cometeu suicídio depois de demitir funcionários em Nova York

#Verificamos: Banco Mundial não classificou Brasil como ‘melhor país no combate ao Covid-19’

#Verificamos: É falso que Rodrigo Maia disse que fundo eleitoral é mais importante que ‘a vida de alguns brasileiros’

#Verificamos: É falso que pesquisador norte-americano foi preso por fabricar e vender o novo coronavírus para a China

#Verificamos: Homens em vídeos contra ações de combate ao coronavírus não são o ‘dono da Localiza’

Análise de Osmar Terra sobre efeitos da quarentena na Itália não tem respaldo científico

#Verificamos: Vídeo de confronto na Cracolândia não foi feito na pandemia de Covid-19

#Verificamos: É falso que governo da Paraíba usou verba emergencial para contratar artistas

#Verificamos: São falsos áudios sobre arrastões de usuários da Cracolândia durante pandemia

#Verificamos: É antiga foto que mostra fila em frente ao Bom Prato em São Paulo

#Verificamos: É antiga foto de Tiago Leifert com funcionários do BBB ‘comemorando recorde de audiência’

#Verificamos: É falso que Exército fez 2 mil leitos para pacientes de Covid-19 em 48h

#Verificamos: É antiga notícia de que empresário cometeu suicídio após demitir 223 funcionários

#Verificamos: É falso que dinheiro tenha sido descartado na Itália por causa da Covid-19

#Verificamos: É falso que Doria proibiu cloroquina nos hospitais de São Paulo

#Verificamos: Golpe de Facebook orienta usuários a comentar publicação para ganhar álcool gel da Ambev

#Verificamos: Tabela que circula nas redes sociais induz a erro ao comparar países com e sem quarentena

#Verificamos: Ex-detento flagrado com drogas e armas no RS não foi libertado por causa da Covid-19

#Verificamos: É falso que todos os infectados pelo novo coronavírus em Blumenau estão curados

Bolsonaro publica vídeo no Twitter com informações falsas sobre desabastecimento da Ceasa em Minas Gerais

No Twitter, Osmar Terra publica informações falsas sobre Covid-19 nos Países Baixos

#Verificamos: Homens em vídeos contra problemas econômicos da quarentena não são o ‘dono do Carrefour’

#Verificamos: É falso que OMS mudou de posição sobre restrições de movimento durante epidemia de Covid-19

#Verificamos: Deputado preso em festa que desrespeitou isolamento é filiado ao PSL, e não ao PSOL

#Verificamos: É falso que Ronaldo Caiado foi agredido por manifestantes

#Verificamos: Luciano Hang, Roberto Justus e Eduardo Costa não doaram 90 respiradores e R$ 4 milhões ao SUS

#Verificamos: É falso áudio de assessor do governo do Ceará pedindo que TV faça oposição a Bolsonaro

#Verificamos: É falso que Gleisi orientou militantes do PT a recusar ajuda do governo na pandemia

#Verificamos: É falsa mensagem com site de cadastro do auxílio-emergencial do governo na crise da Covid-19

Covid-19: quais recomendações vale a pena seguir durante a pandemia?

#Verificamos: É antiga e não tem relação com a Covid-19 foto de distribuição de cesta básica no Maranhão

#Verificamos: É falso que Israel teve ‘melhor situação do mundo’ contra Covid-19 isolando apenas idosos

Quem teve coronavírus fica imune? Sintomas seguem uma ordem? Lupa tira dúvida de leitores

#Verificamos: É falso que surto de H1N1 em 2009 foi mais intenso do que epidemia de Covid-19

#Verificamos: Imagem de mercado saqueado em SP é antiga e não tem relação com Covid-19

#Verificamos: É falso que general Augusto Heleno curou-se da Covid-19 com cloroquina

Covid-19: entenda por que nenhum país tem vacina contra o coronavírus

#Verificamos: É falso que homem desempregado ‘por conta da quarentena’ pulou de viaduto em São Paulo

#Verificamos: É montagem tuíte de Gusttavo Lima chamando oposição a Bolsonaro de ‘suja’

#Verificamos: É falso que órgãos de saúde recomendaram que homens tirem a barba em função da Covid-19

#Verificamos: É falso que ‘testes bem-sucedidos’ de vacina contra a Covid-19 foram realizados na França

#Verificamos: Foto de banhistas em Copacabana não foi tirada ‘durante quarentena’

#Verificamos: Hospital de campanha em SP é da prefeitura e não tem mil vagas de trabalho disponíveis

#Verificamos: ‘Vacina’ que cura Covid-19 em apenas três horas não existe

#Verificamos: Receita de etanol combustível com água é tóxica e não deve ser usada

#Verificamos: É antiga foto de baile funk que teria desrespeitado a quarentena da Covid-19

#Verificamos: É falso que Atacadão doará cestas básicas na pandemia de Covid-19

#Verificamos: Textos que relatam assaltos de ‘agentes de saúde que combatem coronavírus’ em GO e MG são falsos

#Verificamos: É falso que Maju Coutinho passeou na orla do Rio durante isolamento contra novo coronavírus

Covid-19: entenda por que você não deve comprar hidroxicloroquina agora

#Verificamos: É falso que Maju Coutinho passeou na orla do Rio durante isolamento contra novo coronavírus

#Verificamos: É falso que idosos que desrespeitarem isolamento da Covid-19 terão aposentadoria suspensa

#Verificamos: Propaganda de ‘acesso grátis’ ao Netflix durante pandemia é falsa e direciona a site pirata

#Verificamos: É falsa nota da Petrobras que anuncia fechamento de refinarias por causa da Covid-19

#Verificamos: Ambev distribuirá álcool em gel a hospitais, e não à população

#Verificamos: Vacina para cachorros não tem relação com o vírus que causa Covid-19

#Verificamos: Uber não vai suspender operações no Brasil por causa da Covid-19

#Verificamos: É de 2013 foto de caixões de supostas ‘vítimas do coronavírus’ na Itália

#Verificamos: É falso que Rodrigo Maia votou a favor de lei que proibiria fechar fronteiras do Brasil

#Verificamos: Preta Gil não cantou em bloco de Carnaval após contrair Covid-19

#Verificamos: É falso que Igreja Universal venda álcool em gel ungido por R$ 500

#Verificamos: Beber água gelada ou tomar sol não previnem contra o novo coronavírus

#Verificamos: É falso que Israel já tem vacina pronta contra o novo coronavírus

#Verificamos: É falso que água fervida com alho cura o novo coronavírus

#Verificamos: É falso que quem consegue prender a respiração por mais de 10 segundos não está infectado pelo novo coronavírus

#Verificamos: É falso que Cuba fabricou uma vacina contra o novo coronavírus

#Verificamos: Texto traz informações falsas sobre características do novo coronavírus

#Verificamos: É falso que higienizar as mãos com álcool gel influencia no teste do bafômetro

#Verificamos: É falso texto que indica vitamina C e água quente com limão como prevenção contra o novo coronavírus

#Verificamos: É falso que vinagre é mais eficiente que álcool gel na proteção contra o novo coronavírus

#Verificamos: É falso que Os Simpsons previram a chegada do novo coronavírus

#Verificamos: É falso que ‘imagens de satélite’ indicam ‘cremação em massa’ de vítimas de coronavírus na China

#Verificamos: Estudo não prova que novo coronavírus tem proteína do HIV

#Verificamos: É falso que paciente em hospital no Maranhão foi diagnosticado com novo coronavírus

#Verificamos: Suspeita de infecção por novo coronavírus através de encomendas não tem nenhum embasamento científico

#Verificamos: Novo vídeo mostra mercado que vende morcegos na Indonésia, não na China

#Verificamos: É falso que chá de erva-doce pode ser usado como tratamento contra o novo coronavírus

#Verificamos: Foto de pessoas caídas na rua é antiga e não tem relação com o novo coronavírus

#Verificamos: É da Indonésia, e não da China, vídeo em feira que vende carne de cobra, rato e outros animais

#Verificamos: Empresa chinesa com logo ‘inspirado’ no game Resident Evil não tem relação com coronavírus

#Verificamos: É montagem tuíte de ‘O Globo’ dizendo que paciente com coronavírus mordeu médico

#Verificamos: É falso que coronavírus infectou 2,8 milhões e matou 112 mil na China

#Verificamos: É falso que patente prove que farmacêuticas espalharam novo coronavírus para vender vacinas

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo