A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

Foto: Wang Yu Ching / Gabinete da Presidência de Taiwan
Foto: Wang Yu Ching / Gabinete da Presidência de Taiwan

Coronavírus: veja o que já checamos sobre epidemia que atinge a China e outros países

| Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
28.jan.2020 | 20h38 |

Descoberto em 7 de janeiro, o vírus 2019-nCoV, da família coronavírus, infectou mais de 28 mil pessoas na China até as 19h do dia 3 de fevereiro – a maioria delas na província de Hubei, cuja capital é Wuhan. Até o momento, 565 mortes foram confirmadas. Além da China, foram confirmados casos da doença em 24 outros países, incluindo Estados Unidos, Japão, França, Alemanha e Tailândia, e casos suspeitos em diversos outros, incluindo o Brasil.

Situações dramáticas como essa são bastante propícias para a propagação de desinformação nas redes sociais. Por causa disso, a Lupa se uniu a checadores de 30 países para verificar informações que circulam sobre a doença. Este trabalho está sendo coordenado pela IFCN.

O novo coronavírus pode causar febre, tosse, falta de ar, problemas gástricos e diarreia. O vírus é da mesma família que os micro-organismos causadores da SARS (sigla em inglês para Severe Acute Respiratory Syndrome), epidemia também iniciada na China e que matou 774 pessoas entre novembro de 2002 e julho de 2003. Também é dessa família o vírus responsável pela MERS (sigla em inglês para Middle East Respiratory Syndrome), doença respiratória identificada em 2012, na Arábia Saudita, cuja taxa de mortalidade é de cerca de 38%.

Até o momento, nenhum caso foi confirmado no Brasil. No dia 3, o Ministério da Saúde informou que 14 casos estão sendo investigados.

Veja o que a Lupa checou até o momento:

#Verificamos: Estudo não prova que novo coronavírus tem proteína do HIV

#Verificamos: É falso que paciente em hospital no Maranhão foi diagnosticado com novo coronavírus

#Verificamos: Suspeita de infecção por novo coronavírus através de encomendas não tem nenhum embasamento científico

#Verificamos: Novo vídeo mostra mercado que vende morcegos na Indonésia, não na China

#Verificamos: É falso que chá de erva-doce pode ser usado como tratamento contra o novo coronavírus

#Verificamos: Foto de pessoas caídas na rua é antiga e não tem relação com o novo coronavírus

#Verificamos: É da Indonésia, e não da China, vídeo em feira que vende carne de cobra, rato e outros animais

#Verificamos: Empresa chinesa com logo ‘inspirado’ no game Resident Evil não tem relação com coronavírus

#Verificamos: É montagem tuíte de ‘O Globo’ dizendo que paciente com coronavírus mordeu médico

#Verificamos: É falso que coronavírus infectou 2,8 milhões e matou 112 mil na China

#Verificamos: É falso que patente prove que farmacêuticas espalharam novo coronavírus para vender vacinas

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo