A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

#Verificamos: Foto de pessoas caídas na rua é antiga e não tem relação com o novo coronavírus

Repórter | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
30.jan.2020 | 19h37 |

Circula nas redes sociais uma foto que mostra várias pessoas deitadas no chão em uma rua. Na legenda, é dito que a foto foi tirada na China, e que as pessoas estão caídas por causa do novo coronavírus. Por meio do ​projeto de verificação de notícias​, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da ​Lupa​:

“CORONAVÍRUS na China! Verdadeira realidade da China! Previnam-se amigos”
Legenda de imagem publicada nas redes sociais que, até as 19h do dia 30 de janeiro de 2020, tinha sido compartilhada por cerca de 100 pessoas

FALSO

A foto analisada pela Lupa não foi tirada na China, e não tem relação com o novo coronavírus. A cena foi registrada em 2014, na cidade de Frankfurt, na Alemanha. Na ocasião, 528 pessoas deitaram nas ruas como parte de um projeto artístico para relembrar as 528 vítimas do campo de concentração nazista de Katzbach. A foto é do fotógrafo Kai Pfaffenbach, da agência Reuters.

O novo coronavírus, identificado como 2019-nCoV, surgiu na China no fim do ano passado. Segundo o último boletim da Organização Mundial de Saúde (OMS), publicado na tarde desta quinta-feira (30), há 7,7 mil casos confirmados no país. Segundo o relatório, há 82 casos confirmados em outros 18 outros país. Após a publicação deste boletim, a Itália confirmou seus primeiros casos.

Para verificar peças de desinformação que circulam sobre o novo coronavírus, a Lupa participa de uma coalizão com checadores de 30 países, coordenada pela International Fact-Checking Network (IFCN).

Nota:‌ ‌esta‌ ‌reportagem‌ ‌faz‌ ‌parte‌ ‌do‌ ‌‌projeto‌ ‌de‌ ‌verificação‌ ‌de‌ ‌notícias‌‌ ‌no‌ ‌Facebook.‌ ‌Dúvidas‌ sobre‌ ‌o‌ ‌projeto?‌ ‌Entre‌ ‌em‌ ‌contato‌ ‌direto‌ ‌com‌ ‌o‌ ‌‌Facebook‌.

Editado por: Nathália Afonso

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo