A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

Verifica T01-EP22: após um mês de epidemia, onda de boatos sobre coronavírus continua forte

| Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
05.fev.2020 | 16h01 |

O relatório mais recente da Organização Mundial da Saúde (OMS) mostra que o novo coronavírus atingiu 20.630 pessoas e matou mais de 400 em 24 países até o dia 4 de fevereiro deste ano – a maior parte dos casos foram registrados na China. O vírus foi descoberto no dia 7 de janeiro e desde então vem inundando as redes sociais com informações falsas. Para combater a desinformação sobre a epidemia, 78 veículos de checagem de mais de 30 países se reuniram para verificar o que tem sido compartilhado sobre a doença nas redes. Este trabalho está sendo coordenado pela International Fact-Checking Network (IFCN).

No novo episódio do Verifica, os jornalistas Gilberto Scofield e Natália Leal debatem sobre os boatos que circularam recentemente sobre o novo coronavírus. Nas últimas semanas, uma foto circulou pelas redes mostrando pessoas desmaiadas no chão. Esse episódio estaria mostrando chineses caindo na rua após contraírem o novo coronavírus. Já outro vídeo mostrava um mercado que supostamente seria onde o surto da doença teria começado. Os jornalistas esclarecem essas e outras histórias sobre o coronavírus.

Nos últimos episódios do Verifica, a fundadora da Lupa e diretora-adjunta da International Fact-Checking Network (IFCN), a jornalista Cristina Tardáguila, vem relatando como os países estão agindo para regulamentar as informações falsas. Neste episódio, a fundadora da agência fala sobre os casos da Índia e Cingapura. Por último, no quadro de saúde, circulou pelas redes sociais que o chá de erva-doce seria uma forma de se prevenir contra o vírus. A repórter Nathália Afonso esclarece esse boato. 

Ficha técnica

O Verifica é uma produção da Agência Lupa, em parceria com Colmeia Podcast

Apresentação: Gilberto Scofield Jr. e Natália Leal

Produção e reportagem: Equipe Lupa

Roteiro e edição: Colmeia Podcast

Sugestões e dúvidas? Fale conosco no lupa@lupa.news

Editado por: Nathália Afonso e Chico Marés

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo