A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

#Verificamos: Mulher usou fantasia com bebê e útero exposto no Halloween, não em protesto pró-aborto

Repórter | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
07.fev.2020 | 17h45 |

Circula pelas redes sociais a foto de uma mulher com o útero exposto, de onde sai um cordão umbilical e um bebê de borracha. Ela morde o pé da criança. De acordo com a legenda, trata-se de uma feminista em protesto em defesa do aborto. Por meio do ​projeto de verificação de notícias​, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da ​Lupa​:

Feminista protestando a favor da liberação do aborto… Depois chamo esse tipo de gente de lixo, eu sou extremista…”

Legenda de foto em post no Facebook que, até as 16h de 7 de fevereiro de 2020, tinha mais de 9,8 mil compartilhamentos

FALSO

A informação analisada pela Lupa é falsa. A foto que circula pelas redes sociais não foi tirada em um protesto em defesa do aborto. Na verdade, a cena foi registrada durante a celebração do Halloween. O registro mais antigo encontrado dessa imagem é o tuíte do militante pró-vida Marcial Padilla publicado em 31 de outubro de 2018, dia em que se comemora a festividade. No texto que acompanha a cena, ele diz: “Fantasia de Halloween comendo o seu bebê. Tirada em 31 de outubro de 2018 em South Beach (Flórida, EUA), às 19h30. (Não é da internet. Esta foto foi enviada por quem estava lá e fez o registro)”.

No canto inferior esquerdo da foto, há um menino que veste fantasia de personagem do jogo Minecraft – algo muito improvável de aparecer em uma manifestação pró-aborto. Vê-se ainda uma mulher de lado na imagem, também aparentemente fantasiada.

Nota:‌ ‌esta‌ ‌reportagem‌ ‌faz‌ ‌parte‌ ‌do‌ ‌‌projeto‌ ‌de‌ ‌verificação‌ ‌de‌ ‌notícias‌‌ ‌no‌ ‌Facebook.‌ ‌Dúvidas‌ sobre‌ ‌o‌ ‌projeto?‌ ‌Entre‌ ‌em‌ ‌contato‌ ‌direto‌ ‌com‌ ‌o‌ ‌‌Facebook‌.

Editado por: Chico Marés

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo