A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

Coalizão mundial contra desinformação sobre coronavírus torna pública base de dados com mais de 800 checagens

| Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
19.mar.2020 | 13h19 |

A International Fact-checking Network (IFCN) tornou pública nesta quinta-feira (19) a base de checagens da aliança #CoronaVirusFacts / #DatosCoronaVirus. Ela reúne todo o material produzido pela coalizão mundial criada para fazer frente às notícias falsas sobre a Covid-19. A Lupa faz parte da iniciativa, que agrega mais de 100 plataformas em pelo menos 45 países. Desde janeiro, o grupo já publicou mais de 800 verificações.

A partir de hoje, as checagens produzidas pela aliança podem ser acessadas em uma página especial, disponível no site da IFCN, em inglês. A rede mundial de checadores coordena a iniciativa. Até a próxima semana, os leitores poderão fazer buscas na plataforma e, desta forma, acessar as informações verificadas sobre os assuntos que despertam suas dúvidas.

“No banco de dados da aliança reunimos mais de 800 conteúdos falsos que encontramos circulando pelo mundo até agora. São notícias falsas que podem, até mesmo, matar. Esperamos que, a partir de hoje, ninguém mais compartilhe um conteúdo duvidoso sobre o coronavirus sem antes visitar a base de dados dos checadores. Ela está aberta para todos e será atualizada constantemente”, afirmou Cristina Tardáguila, diretora-adjunta da IFCN, fundadora da Lupa e coordenadora da coalizão.

Parte ativa do esforço, desde janeiro, a Lupa verifica informações sobre a Covid-19 diariamente e já esclareceu mais de 30 boatos. Em seu acervo, os leitores encontram checagens sobre o surgimento de vacinas, falsos meios de prevenção e sobre perigosos métodos de curas caseiras. 

A Lupa, além disso, trabalha em parceria com o Redes Cordiais, iniciativa que promove a comunicação não-violenta no ambiente digital, para estimular que influenciadores digitais brasileiros propaguem informações verificadas pela agência com relação ao novo coronavírus.

“Neste momento, nosso esforço é para que todos tenham o máximo de esclarecimento possível sobre o vírus e a doença. Estamos em meio a uma pandemia também de desinformação e, nestas horas, o jornalismo pode e deve fazer a diferença. Essa é a missão da Lupa, ampliada, mais uma vez, com o apoio da IFCN”, disse Natália Leal, diretora de conteúdo da agência.

A base de dados divulgada hoje pela rede mundial de checadores também permite acessar relatórios semanais sobre a produção da coalizão e uma lista de contas de Twitter que divulgam conteúdos checados sobre a pandemia. As publicações podem ser encontradas no site da IFCN.

Se você tiver uma dúvida sobre o coronavírus, escreva para a Lupa. Clique aqui.

Editado por: Natália Leal

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo