A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

#Verificamos: Arnaldo Jabor não escreveu texto com elogio à ‘falta de etiqueta’ de Bolsonaro

Repórter | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
27.mar.2020 | 19h03 |

Circula pelas redes sociais um texto atribuído ao cineasta e jornalista Arnaldo Jabor, com elogios ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido). O “artigo” diz que Bolsonaro tem um jeito deselegante que incomoda “artistas, jornalistas, feministas mal amadas e complexadas, homens frágeis, covardes, oportunistas”, entre outros. Aqueles que se ofendem e que querem responsabilizá-lo por problemas como a “histeria mundial perante o coronavírus” são as pessoas que fazem com que o autor do texto goste do presidente. Por meio do ​projeto de verificação de notícias​, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa​:

“Publicação de Arnaldo Jabor:

REPASSEM

Bolsonaro é um tipo de cara sem etiqueta, daqueles que encontramos coçando o saco no barzinho jogando bilhar. Apesar de ter mais estudo do que qualquer professor de humanas da geração Paulo Freire e mais inteligência emocional do que qualquer outro político brasileiro, não há polidez em suas palavras e tão pouco elegância em seu comportamento. Isso é o que mais incomoda artistas, jornalistas, feministas mal amadas e complexadas, homens frágeis, covardes oportunistas, religiosos falidos na luta contra a própria imoralidade, maconheiros, pedófilos, estupradores e toda patrulha do politicamente correto que suportou calada um circo de corrupção durante duas décadas, mas que agora é ferida com as palavras do presidente “não pudico”. Bolsonaro é o milico com piadinhas sem graça, é o tiozão que pergunta se já temos pentelho, é um elefante em uma loja de cristais, mas o que me faz a cada dia gostar mais desse cara, é o tipo de gente que não gosta dele, que se ofende com tudo que o cara faz, que do óleo venezuelano em nossas praias à histeria mundial perante o coronavírus, buscam um meio de responsabilizá-lo. Bolsonaro realmente é o cara que você passa gostar, quando vê o lixo de gente que não gosta dele.”

Texto de post no Facebook que, até as 17h de 27 de março de 2020, tinha mais de 3,7 mil compartilhamentos

FALSO

A informação analisada pela Lupa é falsa. A secretária de Arnaldo Jabor afirmou, por meio de mensagem no WhatsApp, que conversou com o cineasta e ele confirmou que não é o autor do texto que circula pelas redes sociais. “Ele não escreve mais para nenhum jornal”, disse. A última coluna de Jabor no jornal O Estado de S. Paulo foi publicada em 11 de abril de 2017. Ele ainda continua a fazer comentários exibidos no Jornal da Globo, sempre críticos a Bolsonaro e ao seu governo.

Em setembro de 2018, Jabor gravou um vídeo em seu canal no YouTube para desmentir a informação de que votaria em Bolsonaro para presidente. “Está circulando na internet um boato sórdido de que eu teria dito que votaria no Bolsonaro e no seu vice Mourão. Isso é uma mentira. Eu jamais faria isso. Eu jamais votaria nesses dois nazistas que podem transformar o Brasil numa desgraça definitiva”, disse. Ele chama os dois de “ignorantes e despreparados” e pede para que ninguém vote neles.

O texto sobre Bolsonaro tem autoria desconhecida e circula pelo menos desde o dia 24 de março. Nessa data, foi publicado em um post no Facebook com autoria atribuída a “Hammer Schmidt”. Depois disso, passou a ser replicado pela rede. Em 25 de março, o texto saiu em uma coluna do site O Jiló.

Uma versão semelhante dessa checagem foi feita por Boatos.org e E-farsas.

Nota:‌ ‌esta‌ ‌reportagem‌ ‌faz‌ ‌parte‌ ‌do‌ ‌‌projeto‌ ‌de‌ ‌verificação‌ ‌de‌ ‌notícias‌‌ ‌no‌ ‌Facebook.‌ ‌Dúvidas‌ sobre‌ ‌o‌ ‌projeto?‌ ‌Entre‌ ‌em‌ ‌contato‌ ‌direto‌ ‌com‌ ‌o‌ ‌‌Facebook‌.

Editado por: Chico Marés

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo