A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

#Verificamos: É falso que Israel teve ‘melhor situação do mundo’ contra Covid-19 isolando apenas idosos

Editor | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
27.mar.2020 | 20h23 |

Circula nas redes sociais que Israel conseguiu manter um baixo de mortes por Covid-19 “isolando apenas os idosos”. Por meio do ​projeto de verificação de notícias​, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa​:

“Israel tem a melhor situação do mundo… 1700 casos e 1 morte!!!! Sem isolamento, pelo contrário, quanto mais jovens pegar melhor..não lotou hospitais, UTIs etc..Isolou apenas os idosos e enfrentou o vírus”
Imagem publicada no Facebook que, até as 19h30 do dia 27 de março, tinha sido compartilhada por cerca de 200 pessoas

FALSO

A informação analisada pela Lupa é falsa. Israel não isolou apenas os idosos. Desde 22 de março, a maior parte da população de Israel, independentemente da idade, está sob “isolamento parcial”. Os moradores do país estão sendo orientados a ficar em casa e sair apenas para comprar mantimentos e remédios, e grande parte das atividades econômicas estão suspensas. Nos últimos dias, as regras ficaram mais rígidas. Desde o dia 25, quem for pego desrespeitando o isolamento pode ser multado e, em caso de reincidência, até mesmo detido.

Em 12 de março, o país anunciou o fechamento das universidades e escolas. Dois dias depois, o governo determinou o fechamento de todas as lojas não consideradas essenciais, assim como dos equipamentos de lazer.

No dia 17, Israel anunciou um chamado “isolamento voluntário”. Entre as regras, estava trabalhar de forma remota sempre que possível e não sair de casa exceto para comprar mantimentos ou medicamentos (ou buscar atendimento médico urgente). As regras começariam a valer no dia 22.

Entretanto, dois dias depois, o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu anunciou que o isolamento não seria mais voluntário, e sim obrigatório. Entre as novas medidas, ele determinou até mesmo o fechamento do parlamento do país, o Knesset. Essa medida, especificamente, acabou sendo revertida pela Justiça dias depois.

Desde a última quarta-feira (25), a polícia passou a aplicar multas a quem descumprir as regras. Essas multas podem chegar ao valor de NIS 500 (equivalente a cerca de R$ 715). Em casos extremos, a polícia pode até mesmo prender por seis meses quem violar as regras.

Até o momento, de fato, a taxa de mortalidade por Covid-19 é baixa no país. Segundo o último relatório da Organização Mundial da Saúde, publicado nesta sexta (27), o país teve 3.035 casos confirmados da doença, e apenas 10 mortes. No mesmo relatório, estão registrados 2.433 ocorrências e 57 mortes no Brasil, por exemplo – depois da publicação, esses números foram atualizados pelo Ministério da Saúde para 3.417 e 92.

Essa informação também foi verificada pelos sites Estadão Verifica e Aos Fatos.

Nota:‌ ‌esta‌ ‌reportagem‌ ‌faz‌ ‌parte‌ ‌do‌ ‌‌projeto‌ ‌de‌ ‌verificação‌ ‌de‌ ‌notícias‌‌ ‌no‌ ‌Facebook.‌ ‌Dúvidas‌ sobre‌ ‌o‌ ‌projeto?‌ ‌Entre‌ ‌em‌ ‌contato‌ ‌direto‌ ‌com‌ ‌o‌ ‌‌Facebook‌.

Editado por: Natália Leal

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo