A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

Foto: Gustavo Vara
Foto: Gustavo Vara

#Verificamos: É falso que Ronaldo Caiado foi agredido por manifestantes

Editor | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
30.mar.2020 | 19h36 |

Circula nas redes sociais imagens de um homem agredindo outro, de cabelos brancos, em uma praça. Na legenda, é dito que o homem sendo agredido é o governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM). Por meio do ​projeto de verificação de notícias​, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa​:

“Caiado recebendo o carinho da população”
Galeria de imagens publicadas no Facebook que, até as 19h do dia 30 de março de 2020, tinham sido compartilhadas por mais de 500 pessoas

FALSO

A pessoa que aparece sendo agredida nas imagens analisadas pela Lupa não é o governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM). As fotos foram tiradas pelo fotógrafo Gustavo Vara na cidade de Pelotas, no Rio Grande do Sul, em 2013 – seu nome aparece no canto das imagens. É possível encontrar uma dessas fotos na página de Facebook do fotógrafo, em post de 8 de novembro de 2013.

Por WhatsApp, Vara explicou que estava fotografando um ensaio na Praça Coronel Pedro Osório quando idosos começaram a brigar por causa de um jogo de damas. De acordo com ele, as fotos repercutiram bastante na região em 2013. 

No domingo, um morador da cidade relembrou o episódio em sua conta no Twitter. Horas depois, as fotos começaram a circular como se fossem recentes, dizendo que a pessoa agredida era o governador de Goiás.

Aliado do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) até recentemente, Caiado, que é médico, tem sido um dos governadores mais críticos à postura do presidente durante a crise da Covid-19. No último dia 19, ele decretou a suspensão de atividades econômicas não consideradas essenciais no estado, o que gerou críticas por parte de apoiadores do presidente em Goiás.

Nota:‌ ‌esta‌ ‌reportagem‌ ‌faz‌ ‌parte‌ ‌do‌ ‌‌projeto‌ ‌de‌ ‌verificação‌ ‌de‌ ‌notícias‌‌ ‌no‌ ‌Facebook.‌ ‌Dúvidas‌ sobre‌ ‌o‌ ‌projeto?‌ ‌Entre‌ ‌em‌ ‌contato‌ ‌direto‌ ‌com‌ ‌o‌ ‌‌Facebook‌.

Editado por: Natália Leal

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo