A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

#Verificamos: É antiga e não tem relação com a Covid-19 foto de distribuição de cesta básica no Maranhão

Repórter | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
30.mar.2020 | 13h22 |

Circula nas redes sociais uma foto que mostra um político entregando cestas básicas para um grupo de pessoas. O texto critica o “Governo do Maranhão” por submeter pessoas a aglomerações – o que não é recomendado durante a epidemia de Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. Por meio do ​projeto de verificação de notícias​, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa​:

“Governo do Maranhão distribuindo cesta básica e aglomerando pessoas em vários locais. Até selfie o cara fez, usando da necessidade das pessoas, pra mostrar que está ajudando. MUITO CANALHA! Alguém pode explicar ou só conta se for o Bolsonaro?”
Texto em imagem publicada no Facebook que, até as 13h do dia 30 de março de 2020, tinha sido compartilhada por mais de 1,4 mil pessoas

FALSO

A informação analisada pela Lupa é falsa. A foto foi tirada em abril de 2019, ou seja, mais de 8 meses antes da Covid-19 ser descoberta e quase um ano antes dos primeiros casos serem registrados no Brasil. Além disso, as cestas básicas não estavam sendo distribuídas pelo Governo do Maranhão, e sim pelo prefeito Roberto do Posto (PCdoB), da cidade de Governador Newton Bello, no interior do estado.

Essa foto é parte de uma série de fotografias que foi publicada originalmente no dia 17 de abril de 2019 pelo Blog do Bruno Marques. Segundo o autor, foram distribuídas mil cestas básicas e dois mil quilos de peixe para os moradores de Governador Newton Bello, cidade de cerca de 10 mil habitantes há 250 quilômetros de São Luís. 

Nota:‌ ‌esta‌ ‌reportagem‌ ‌faz‌ ‌parte‌ ‌do‌ ‌‌projeto‌ ‌de‌ ‌verificação‌ ‌de‌ ‌notícias‌‌ ‌no‌ ‌Facebook.‌ ‌Dúvidas‌ sobre‌ ‌o‌ ‌projeto?‌ ‌Entre‌ ‌em‌ ‌contato‌ ‌direto‌ ‌com‌ ‌o‌ ‌‌Facebook‌.

Editado por: Nathália Afonso

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo