A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

#Verificamos: Luciano Hang, Roberto Justus e Eduardo Costa não doaram 90 respiradores e R$ 4 milhões ao SUS

Repórter | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
30.mar.2020 | 18h53 |

Circula pelas redes sociais que o empresário Luciano Hang, dono da rede de lojas de departamento Havan, doou 90 respiradores para o Sistema Único de Saúde (SUS). O mesmo texto diz que o empresário e apresentador Roberto Justus doou R$ 1,5 milhão e o cantor Eduardo Costa, R$ 2,5 milhões, para o sistema. Os respiradores são equipamentos necessários para o tratamento de casos graves de Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. Por meio do ​projeto de verificação de notícias​, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa​:

“Luciano Hang doou 90 respiradores ao SUS, Justus 1,5 milhões, Eduardo Costa 2,5 milhões. E A ESQUERDA FEZ O QUE?”

Texto em post do Facebook que, até as 17h de 30 de março de 2020, tinha mais de 14 mil compartilhamentos

FALSO

A informação analisada pela Lupa é falsa. Hang e Costa afirmaram, por meio de suas assessorias de imprensa, que não fizeram as doações listadas no post. Em mensagem por WhatsApp, Justus também contestou o valor citado na publicação compartilhada pelas redes sociais.

A assessoria de imprensa da Havan informou, em nota, que Luciano Hang não doou 90 respiradores ao SUS. “Essa notícia não é verdade”, disse. O que de fato ocorreu foi a doação de R$ 135 mil em dois respiradores e dois monitores cardíacos para o Hospital Azambuja de Brusque, em Santa Catarina. Em vídeo, o empresário fala sobre essa colaboração.

Já a assessoria de imprensa de Costa destacou, em nota enviada na última sexta (27), que ele está tentando reunir um grupo de empresários para adquirir respiradores para o estado de Minas Gerais. “Não foi feita nenhuma doação efetiva, somente conversas para tentar viabilizar”, afirmou.

Justus disse à Lupa, por WhatsApp, que fez uma série de doações para iniciativas que estão atuando contra o novo coronavírus. Ele ressaltou, no entanto, que a contribuição de R$ 1,5 milhão citada no post não é verdadeira. “Todas as minhas doações e contribuições eu mantenho em sigilo pois não acho correto as pessoas divulgarem os valores e suas contribuições aos mais necessitados”, disse.

Atualização em 31 de março de 2020, às 11h: O trecho que fala sobre a doação de dois respiradores e dois monitores cardíacos por Luciano Hang foi modificado para ficar mais claro.

Nota:‌ ‌esta‌ ‌reportagem‌ ‌faz‌ ‌parte‌ ‌do‌ ‌‌projeto‌ ‌de‌ ‌verificação‌ ‌de‌ ‌notícias‌‌ ‌no‌ ‌Facebook.‌ ‌Dúvidas‌ sobre‌ ‌o‌ ‌projeto?‌ ‌Entre‌ ‌em‌ ‌contato‌ ‌direto‌ ‌com‌ ‌o‌ ‌‌Facebook‌.

Editado por: Chico Marés

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo