A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

Reprodução
Reprodução

#Verificamos: Foto de aglomeração na Cracolândia é antiga e não tem relação com Covid-19

Editor | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
09.abr.2020 | 09h58 |

Circula nas redes sociais uma foto de várias pessoas aglomeradas perto de algumas tendas. Na legenda, é dito que são os moradores de rua da Cracolândia, região localizada no centro de São Paulo, que continuam “firmes e fortes” – apesar da recomendação de isolamento social para evitar a Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. A área ficou conhecida por ser frequentada por um grande número de dependentes químicos. Por meio do projeto de verificação de notícias, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa:

“Moradores de rua da Cracolândia, continuam firmes e fortes. Que diabo de vírus é esse que só mata trabalhador?”

Legenda de imagem publicada no Facebook que, até as 17h15, tinha sido compartilhada por mais de 12 mil pessoas

FALSO

A imagem analisada pela Lupa é antiga. A foto que mostra os moradores de rua aglomerados foi tirada em maio de 2017 pelo fotógrafo Alex Silva, do jornal O Estado de S. Paulo. Ou seja, não tem relação com a Covid-19 e com as políticas de isolamento tomadas pelo governo de São Paulo.

Apesar de a foto ser antiga, dependentes químicos e moradores de rua continuaram a circular pela região da Cracolândia durante o período de quarentena contra o novo coronavírus. Em 3 de abril, a Lupa verificou dois áudios sobre supostos arrastões cometidos por eles. Embora os crimes em si fossem falsos, pessoas que vivem e trabalham na região confirmaram que essas pessoas seguiam frequentando a área. Além disso, elas estavam sem dinheiro, passando fome e pouco ou nada sabiam sobre a epidemia. 

Na última quarta-feira (8), a prefeitura de São Paulo removeu 178 pessoas da região. Elas foram transportadas para o Serviço Integrado de Acolhida Terapêutica (SIAT II), no bairro do Glicério, também na região central. Segundo a prefeitura, lá terão acesso a alimentação, higiene pessoal e atividades educativas

Nota: esta reportagem faz parte do projeto de verificação de notícias no Facebook. Dúvidas sobre o projeto? Entre em contato direto com o Facebook.

Editado por: Maurício Moraes

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo