A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

#Verificamos: É falso perfil de Dilma que deu ‘tchau, querido’ a Mandetta após demissão

Repórter | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
16.abr.2020 | 20h23 |

Circula nas redes sociais um tuíte, supostamente atribuído à ex-presidente Dilma Rousseff (PT), no qual ela diz “tchau, querido!” para o ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta – demitido no fim da tarde desta quinta-feira (16). Por meio do ​projeto de verificação de notícias​, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa​:

“Tchau, querido!”
Tuíte atribuído a ex-presidente Dilma Rousseff (PT) que, até as 19h30, tinha sido retuitado por mais de 2,4 mil pessoas

FALSO

A informação analisada pela Lupa é falsa. A conta responsável por esse tuíte não é o perfil oficial da ex-presidente Dilma Rousseff, e sim uma “pegadinha” da conta Dilma Bolada. O endereço da conta da petista é @dilmabr, enquanto o do perfil falso é @diimabr, com um “i” maiúsculo no lugar do “l”. 

No momento em que fez essa publicação, o perfil tinha a mesma foto e o mesmo nome que o perfil oficial da ex-presidente. Cerca de uma hora depois, a foto foi trocada e o nome de perfil voltou a ser “Dilma Bolada”. Vale reparar, porém, em uma diferença importante: o perfil falso, logicamente, não conta com o símbolo de verificação ao lado do nome.

No Twitter, é possível registrar o endereço de um perfil com letras minúsculas ou maiúsculas. Assim, uma forma de tornar um perfil falso mais crível é substituir a letra “l” por um “i” maiúsculo uma vez que, graficamente, as letras são iguais em boa parte das fontes. Esse tipo de falsificação já foi utilizada em outras ocasiões. Em março do ano passado, por exemplo, a Lupa verificou um tuíte de um perfil falso do vereador do Rio de Janeiro Carlos Bolsonaro (PSC) cujo endereço também trocava o “I” de “Bolsonaro” por um “i” maiúsculo.

Há exatos quatro anos, véspera da votação do impeachment de Dilma na Câmara, Mandetta publicou em sua conta no Twitter uma foto em que segura um cartaz com os dizeres “tchau, querida”. A expressão era usada por parlamentares favoráveis ao impeachment da ex-presidente, à época, em referência uma fala do ex-presidente Lula a Dilma em um telefonema interceptado pela Polícia Federal na operação Lava-Jato.

Nota:‌ ‌esta‌ ‌reportagem‌ ‌faz‌ ‌parte‌ ‌do‌ ‌‌projeto‌ ‌de‌ ‌verificação‌ ‌de‌ ‌notícias‌‌ ‌no‌ ‌Facebook.‌ ‌Dúvidas‌ sobre‌ ‌o‌ ‌projeto?‌ ‌Entre‌ ‌em‌ ‌contato‌ ‌direto‌ ‌com‌ ‌o‌ ‌‌Facebook‌.

Editado por: Natália Leal

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo