A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

#Verificamos: É falso que Mandetta gastou R$ 25 milhões com gel lubrificante ‘para presos’ em 2019

Repórter | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
17.abr.2020 | 19h36 |

Circula nas redes sociais que o ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, gastou R$ 25 milhões na compra de gel lubrificante “para presos” em 2019. Por meio do ​projeto de verificação de notícias​, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa​:

“Ministro Mandetta gastou 25 MILHÕES na compra de GEL LUBRIFICANTE anal para os PRESOS em 2019”
Texto publicado no Facebook que, até às 19h30 do dia 17 de abril de 2020, tinha sido compartilhado por mais de 500 pessoas no Facebook

FALSO

A informação analisada pela Lupa é falsa. O Ministério da Saúde informou, em nota, que distribuiu 31 milhões de unidades de gel lubrificante em 2019, o que gerou um gasto de R$ 5,4 milhões. Esse valor inclui o ano de 2019 e “parte do ano de 2020”. Sendo assim, o valor citado no post que circula no Facebook é quase cinco vezes maior do que o gasto efetivamente. 

A pasta comunicou ainda que não é de sua responsabilidade a distribuição final do gel lubrificante. O ministério envia os insumos às secretarias estaduais de saúde, que decidem o destino que darão a eles. É possível que elas distribuam o produto em presídios, mas essa decisão não cabe ao Ministério da Saúde. A pasta apenas garante a disponibilidade do material, de acordo com a política de prevenção às Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs) no Brasil.

A compra de gel lubrificante não foi uma medida criada pelo ex-ministro Luiz Henrique Mandetta. Desde 2006, o Ministério da Saúde incluiu esse material no rol de insumos de prevenção contra ISTs. O uso de lubrificante nas relações sexuais diminui o atrito e a possibilidade de lesões nas mucosas, evitando a transmissão do vírus HIV, por exemplo, e a contaminação por outras doenças. Além disso, o produto pode ser destinado a mulheres no período de menopausa e a pacientes em terapia anti-retroviral, que provoca a diminuição da lubrificação vaginal. 

O usuário que publicou o texto analisado pela Lupa também divulgou uma planilha que supostamente mostraria o gasto do Ministério da Saúde com lubrificantes. Contudo, a tabela mostra apenas a quantidade de unidades de gel lubrificante distribuídas por estado e capital. Veja aqui.

Nota:‌ ‌esta‌ ‌reportagem‌ ‌faz‌ ‌parte‌ ‌do‌ ‌‌projeto‌ ‌de‌ ‌verificação‌ ‌de‌ ‌notícias‌‌ ‌no‌ ‌Facebook.‌ ‌Dúvidas‌ sobre‌ ‌o‌ ‌projeto?‌ ‌Entre‌ ‌em‌ ‌contato‌ ‌direto‌ ‌com‌ ‌o‌ ‌‌Facebook‌.

Editado por: Natália Leal e Chico Marés

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo