A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

#Verificamos: É falso que mortes por Covid-19 caíram depois de ‘investigação’ da Polícia Federal

Repórter (especial para a Lupa) | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
17.abr.2020 | 16h52 |

Circula nas redes sociais uma imagem afirmando que, após o ministro Sergio Moro anunciar que a Polícia Federal (PF) iria investigar as mortes por Covid-19, o “número de mortos caiu em todo país”. Por meio do projeto de verificação de notícias, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa:

“MILAGRE! Logo após o Ministro Sergio Moro anunciar que a PF vai investigar os óbitos pelo Covid19 o número de mortos cai em todo país!”
Título da imagem publicada no Facebook que até as 14h do dia 17 de abril de 2020 tinha mais de 1,8 mil compartilhamentos

FALSO

A informação analisada pela Lupa é falsa. Em nota, o Ministério da Justiça e Segurança Pública afirmou que o ministro Sergio Moro “não se manifestou sobre esse tema”. Já a Polícia Federal disse que as ações e operações são publicadas nos canais oficiais de comunicação da instituição e que “qualquer informação que circule nas redes sociais em nome da Polícia Federal que não tenha partido” destes canais é de “total responsabilidade de quem a divulgou”.

O número de mortos tampouco caiu em todo país, como sugere a imagem analisada. A publicação circula nas redes sociais desde, pelo menos, o dia 14 de abril. Nesta data, o Brasil registrou o maior número de óbitos por Covid-19 desde o começo da pandemia: 204 pessoas. No dia seguinte (15), o número se repetiu. Na quinta-feira (16), o número de novos óbitos caiu para 188, mas nesta sexta-feira (17) voltou a subir e bateu um novo recorde: 217 pessoas.

Mesmo com uma pequena queda registrada na quinta-feira, não é possível afirmar que existe uma tendência de diminuição no número de mortes, e nem que alguma ação tenha motivado isso. 

O número de casos e óbitos confirmados por Covid-19 depende, também, do número de testes. São Paulo, por exemplo, tinha uma fila de 30 mil testes para serem processados na semana passada. Na quarta-feira (15), ainda eram 13,4 mil na fila. No começo de abril, o estado chegou a acumular 200 corpos esperando resultados.

Nota: esta reportagem faz parte do projeto de verificação de notícias no Facebook. Dúvidas sobre o projeto? Entre em contato direto com o Facebook.

Editado por: Chico Marés

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo