A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

#Verificamos: Sites distorcem comunicado da Renner sobre fechamento de lojas por Covid-19

Repórter | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
20.abr.2020 | 19h29 |

Circula nas redes sociais que a Lojas Renner anunciou “na última quinta-feira” o fechamento de suas lojas físicas por tempo indeterminado. As publicações foram feitas nos dias 19 e 20 de abril. Por meio do ​projeto de verificação de notícias​, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa​:

“A Lojas Renner anunciou nesta quinta-feira [o fechamento de suas lojas]”
Texto publicado pelo site FolhaMax que, até às 18h do dia 20 de abril de 2020, tinha sido compartilhado por mais de 240 pessoas no Facebook

FALSO

A informação analisada pela Lupa é falsa. A Lojas Renner anunciou que iria fechar suas lojas físicas no dia 19 de março –  e não na última quinta-feira, 16 de abril. A empresa decidiu suspender as operações a partir de 20 de março, por tempo indeterminado, como uma medida de segurança contra a pandemia de Covid-19.

A decisão vale para todas as lojas Renner no Brasil, no Uruguai e na Argentina, além das lojas Camicado, Youcom e Ashua, que integram a rede da marca. Segundo a empresa, a medida foi tomada para prevenir “a integridade” de colaboradores, clientes, fornecedores e comunidade, levando em consideração a disseminação do vírus SARS-Cov-2, que causa a Covid-19. 

A assessoria de imprensa da Lojas Renner informa que a empresa foi a primeira varejista têxtil a fechar lojas para impedir a disseminação do vírus e que as unidades serão abertas “quando houver condições de segurança sanitária para isso, bem como a liberação pelas autoridades competentes.”


“A Lojas Renner anunciou (…) o fechamento, por tempo indeterminado, de todas suas lojas físicas de Brasil, Uruguai e Argentina, em shoppings ou em ruas, a partir de sexta-feira. A medida também inclui as marcas Camicado, Youcom e Ashua”
Texto publicado pelo site FolhaMax que, até às 18h do dia 20 de abril de 2020, tinha sido compartilhado por mais de 240 pessoas no Facebook

VERDADEIRO, MAS

No final de março, a Lojas Renner anunciou o fechamento, por tempo indeterminado, de suas lojas físicas da Renner (Brasil, Uruguai e Argentina), Camicado, Youcom e Ashua. Contudo, o texto publicado em diversos sites não informa que essa decisão foi tomada para conter a disseminação do vírus SARS-Cov-2, que causa a Covid-19. As lojas foram fechadas no dia 20 de março e serão abertas novamente quando houver condições sanitárias adequadas, segundo a empresa.


“As lojas online no Brasil continuarão funcionando, com número reduzido de colaboradores, apenas para prestar serviço, “sanando possíveis necessidades de consumo de nossos clientes”, afirmou a companhia”
Texto publicado pelo site FolhaMax que, até às 18h do dia 20 de abril de 2020, tinha sido compartilhado por mais de 240 pessoas no Facebook

VERDADEIRO

Enquanto as lojas físicas permanecem fechadas para conter a disseminação da Covid-19, os consumidores podem continuar comprando nas lojas online da empresa. A assessoria de imprensa da Lojas Renner informa que a venda online está disponível para sanar possíveis necessidades dos clientes. Além disso, a empresa comunicou que trabalha com um número reduzido de colaboradores, mas que decidiu não demitir sem justa causa. Os funcionários estão trabalhando em home office.

Nota:‌ ‌esta‌ ‌reportagem‌ ‌faz‌ ‌parte‌ ‌do‌ ‌‌
projeto‌ ‌de‌ ‌verificação‌ ‌de‌ ‌notícias‌‌ ‌no‌ ‌Facebook.‌ ‌Dúvidas‌ sobre‌ ‌o‌ ‌projeto?‌ ‌Entre‌ ‌em‌ ‌contato‌ ‌direto‌ ‌com‌ ‌o‌ ‌‌Facebook‌.

Editado por: Natália Leal e Chico Marés

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo