A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

#Verificamos: Vídeo de furto em lotérica é antigo e não tem relação com auxílio emergencial durante pandemia

Repórter | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
20.abr.2020 | 17h10 |

Circula pelas redes sociais um vídeo que mostra um homem chegando a uma lotérica para fazer um saque com o Cartão do Cidadão. Fornecido pelo governo federal, ele é usado para resgates de valores depositados em programas sociais, como o Bolsa Família, ou de benefícios trabalhistas, como o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Também serve para que pessoas cadastradas no Bolsa Família obtenham o auxílio emergencial destinado a desempregados, autônomos e trabalhadores informais durante a pandemia do novo coronavírus. 

A funcionária da lotérica parece tentar sacar o dinheiro, sem sucesso, devolve o cartão e o homem vai embora de mãos vazias. Em seguida, ela pega uma quantia e guarda na carteira. Segundo a legenda, seriam os R$ 600 do auxílio emergencial na pandemia. Por meio do ​projeto de verificação de notícias​, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa​:

“Esse perdeu os R$ 600,00”

Legenda em vídeo do Facebook que, até as 15h de 20 de abril de 2020, tinha mais de 37 mil compartilhamentos

FALSO

O vídeo analisado pela Lupa é antigo e não tem nenhuma relação com o pagamento de auxílio emergencial durante a pandemia do novo coronavírus. As imagens foram gravadas em uma lotérica em 13 de dezembro de 2018, como mostra detalhe no canto superior direito da tela. Embora não tenha sido possível precisar onde a cena ocorreu, a gravação já circulava no YouTube em fevereiro de 2019 – ou seja, mais de um ano antes de o vírus começar a se espalhar no Brasil.

O auxílio emergencial é pago para trabalhadores informais, microempreendedores individuais, autônomos e desempregados, desde que a renda familiar por pessoa seja menor do que meio salário mínimo (R$ 522,50) ou que a renda total da família some até três salários mínimos (R$ 3.135). Quem recebe seguro desemprego, tem emprego formal ou recebe benefícios assistenciais, com exceção do Bolsa Família, não tem direito de sacar esse dinheiro. 

O governo federal afirma também que não é necessário ir a lotéricas ou agências bancárias para fazer o resgate dessa quantia. Quem não for beneficiário do Bolsa Família e se cadastrar pela internet deve receber o auxílio diretamente na conta bancária indicada – ou, caso prefira, em uma conta digital na própria Caixa Econômica Federal. Já os beneficiários do Bolsa Família devem receber automaticamente, na mesma conta. Os dois auxílios não são cumulativos.

Nota:‌ ‌esta‌ ‌reportagem‌ ‌faz‌ ‌parte‌ ‌do‌ ‌‌projeto‌ ‌de‌ ‌verificação‌ ‌de‌ ‌notícias‌‌ ‌no‌ ‌Facebook.‌ ‌Dúvidas‌ sobre‌ ‌o‌ ‌projeto?‌ ‌Entre‌ ‌em‌ ‌contato‌ ‌direto‌ ‌com‌ ‌o‌ ‌‌Facebook‌.

Editado por: Chico Marés

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo