A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

#Verificamos: É falso que chá de limão, alho e jambu cura a Covid-19

Repórter | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
23.abr.2020 | 17h45 |

Circula pelas redes sociais um post com uma receita de chá natural contra a Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus (SARS-CoV-2). Segundo o texto, basta beber uma infusão de limão com dois dentes de alho, algumas folhas e a flor de jambu, planta comum na região Norte do país, para sentir alívio nos sintomas e ficar curado. Por meio do ​projeto de verificação de notícias​, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa​:

“Chá de limão com alho e jambu está matando os sintomas do coronavírus. Muitas pessoas ficaram boas sem precisar ir para o hospital, porque lá é pior. Deus está curando muita gente através desse chá. Quem não quiser morrer e só fazer esse chá, e tomar morno, e Deus fará o milagre. Um limão, 2 dentes de alho e algumas folhas e flor de jambu, quanto mais forte o chá melhor. Ouvi testemunhos!”
Texto de post do Facebook que, até as 15h30 de 23 de abril de 2020, tinha mais de 2,1 mil compartilhamentos

FALSO

A informação analisada pela Lupa é falsa. Não há nenhuma pesquisa que tenha mostrado benefícios de se tomar chá com limão, alho e jambu contra a Covid-19. “Não existe qualquer evidência científica de que chás ou outros produtos caseiros tenham eficácia contra o coronavírus”, explicou Guilherme Werneck, médico e professor de epidemiologia do Instituto de Medicina Social da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), por mensagem enviada via WhatsApp.

De acordo com o pesquisador, as pessoas devem se alimentar de forma equilibrada, manter-se hidratadas e fazer alguma atividade física em casa, durante o isolamento social. Tudo isso ajuda o sistema imunológico a funcionar bem. “Essas são recomendações gerais para manutenção de boas condições de saúde, mas não são recomendações específicas contra o coronavírus”, disse.

Receitas caseiras contra a Covid-19 têm sido compartilhadas desde o início da pandemia, todas sem nenhum respaldo científico. A Lupa já desmentiu informações sobre os efeitos “preventivos” ou “curativos” de água quente com alho, com limão ou com erva-doce contra o novo coronavírus. Até mesmo posts recomendando beber qualquer chá ou água quente para matar o SARS-CoV-2 já circularam pela rede – outra afirmação sem nenhuma base em pesquisas ou estudos. 

Recentemente, o Ministério da Saúde desmentiu texto que recomendava misturar limão com bicarbonato de sódio e tomar como chá quente contra a Covid-19. “Até o momento, não há nenhum medicamento, substância, vitamina, alimento específico ou vacina que possa prevenir a infecção pelo coronavírus”, informou a pasta.

Um conteúdo semelhante também foi checado pelo Estadão Verifica.

Nota:‌ ‌esta‌ ‌reportagem‌ ‌faz‌ ‌parte‌ ‌do‌ ‌‌projeto‌ ‌de‌ ‌verificação‌ ‌de‌ ‌notícias‌‌ ‌no‌ ‌Facebook.‌ ‌Dúvidas‌ sobre‌ ‌o‌ ‌projeto?‌ ‌Entre‌ ‌em‌ ‌contato‌ ‌direto‌ ‌com‌ ‌o‌ ‌‌Facebook‌.

Editado por: Chico Marés

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo