A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

#Verificamos: Alexandre Ramagem não publicou tuíte chamando Moro de ‘banana’

Repórter | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
27.abr.2020 | 16h53 |

Circula nas redes sociais que o atual diretor-geral da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), Alexandre Ramagem, teria publicado um texto criticando o ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sergio Moro no Twitter. Amigo de Carlos Bolsonaro, Ramagem é cotado a assumir o comando da Polícia Federal após a saída de Maurício Valeixo. Por meio do ​projeto de verificação de notícias​, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa​:

“O medo, pavor, e outros sentimentos que pairam sobre a minha possível nomeação para dirigia a PF, são apenas choro de corruptos e de ex. Ministro banana, que ao meu ver estava em conluio com o sistema para vender livro de autobiografia. Aqui é Brasil, aqui tem testosterona”
Tuíte atribuído ao delegado Alexandre Ramagem que, até às 12h do dia 27 de abril de 2020, tinha sido compartilhado por mais de 400 pessoas no Facebook

FALSO

O tuíte analisado pela Lupa não foi publicado pelo delegado da Polícia Federal (PF) Alexandre Ramagem, atual diretor-geral da Agência Brasileira de Inteligência (Abin). A assessoria de imprensa da Abin informou que o delegado não escreveu o texto e que a conta @ale_ramagem é um perfil fake que não tem nenhuma relação com Ramagem. Nesta segunda-feira, o Twitter suspendeu a conta. Ramagem é cotado como possível substituto de Maurício Valeixo na direção-geral da PF.

Após a saída de Valeixo da PF, o vereador do Rio de Janeiro Carlos Bolsonaro (Republicanos), filho do presidente, defendeu que Ramagem, de quem é amigo, assumisse o cargo. Questionado nas redes sociais sobre a indicação do atual diretor-geral da Abin, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou o seguinte: “E daí? Antes de conhecer meus filhos, eu conheci Ramagem. Por isso deve ser vetado? Devo escolher alguém amigo de quem?”.

Nota:‌ ‌esta‌ ‌reportagem‌ ‌faz‌ ‌parte‌ ‌do‌ ‌‌projeto‌ ‌de‌ ‌verificação‌ ‌de‌ ‌notícias‌‌ ‌no‌ ‌Facebook.‌ ‌Dúvidas‌ sobre‌ ‌o‌ ‌projeto?‌ ‌Entre‌ ‌em‌ ‌contato‌ ‌direto‌ ‌com‌ ‌o‌ ‌‌Facebook‌.

Editado por: Chico Marés

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo