A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

#Verificamos: É falso que hospital de campanha em Santo André não tem pacientes

Repórter (especial para a Lupa) | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
28.abr.2020 | 17h54 |

Circula nas redes sociais uma fotografia mostrando profissionais de saúde parados ao lado de leitos vazios dentro de um hospital de campanha. A legenda crítica a situação e pergunta “cadê os doentes do coronavírus?”. Por meio do projeto de verificação de notícias, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa:

“Médicos dos hospitais começam a postar fotos: Cadê os doentes do coronavirus”
Texto de imagem compartilhada no Facebook que até as 17h do dia 28 de abril de 2020 tinha mais de 1,9 mil compartilhamentos

FALSO

A informação analisada pela Lupa é falsa. A fotografia retrata o hospital de campanha que foi montado no Complexo Esportivo Pedro Dell’Antonia, em Santo André, na grande São Paulo. A unidade foi inaugurada no dia 15 de abril e recebeu as primeiras três pacientes no dia 17 de abril. Na data em que a publicação foi feita, 18 de abril, o espaço ainda contava com três pacientes internados.

Em nota, a Prefeitura de Santo André afirmou que, atualmente, o hospital de campanha tem 47 pessoas internadas no local, sendo 43 em leitos de clínicas médica e 4 em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Até terça-feira (28), 16 pessoas haviam recebido alta e uma pessoa morreu na unidade.

No total, o hospital de campanha do Complexo Esportivo Pedro Dell’Antonia tem 180 leitos disponíveis. Outro hospital de campanha montado no Estádio Bruno Daniel com 120 vagas irá começar a operar quando a ocupação do Pedro Dell’Antonia chegar a 70%. Além disso, outro hospital está sendo montado na Universidade Federal do ABC (UFABC), com mais 100 leitos.

No dia 18 de abril, data em que a publicação foi feita, a cidade de Santo André tinha 236 casos confirmados e 12 mortes por Covid-19. Até segunda-feira (27), esse número tinha subido para 378 casos e 20 mortes.

Uma checagem semelhante foi feita pelo Aos Fatos.

Nota: esta reportagem faz parte do projeto de verificação de notícias no Facebook. Dúvidas sobre o projeto? Entre em contato direto com o Facebook.

Editado por: Chico Marés

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo