A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

#Verificamos: É falso que só há uma pessoa internada por Covid-19 no HCPM do Rio de Janeiro

Repórter (especial para a Lupa) | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
18.maio.2020 | 19h55 |

Circula pelas redes sociais uma imagem que mostra um corredor vazio de uma unidade de saúde. A legenda afirma que se trata da “sala de isolamento” de pacientes com Covid-19 do Hospital Central da Polícia Militar (HCPM) do Rio de Janeiro. A mensagem diz, ainda, que há apenas uma pessoa sendo tratada para Covid-19 no local. Por meio do ​projeto de verificação de notícias​, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa:

Em meio a tantas notícias ruins, informação do HCPM que a ‘sala de isolamento do COVID’ está vazia! Entubado, somente um! Estamos vencendo, enfim! Foto da sala do Covid19 no Hospital (HCPM) Central da Polícia Militar RJ
Legenda de imagem publicada no Facebook que, até as 19h30 do dia 18 de maio, tinha sido compartilhado por cerca de 500 pessoas

FALSO

A informação analisada pela Lupa é falsa. Embora a foto tenha sido tirada no Hospital Central da Polícia Militar (HCPM) do Rio de Janeiro, esse estabelecimento não está vazio e a sala em questão não é uma “sala de isolamento da Covid-19”. 

Segundo o Centro de Comunicação da Polícia Militar do Rio, no dia 18 de maio, 42 pessoas estavam internadas com  Covid-19 na instituição. Além disso, a foto não retrata a “sala de isolamento do Covid”, conforme indicado, mas um um espaço de observação em que os pacientes aguardam resultados de exames. “Esse fluxo é variável. Neste momento, estava vazio. Mas em outras ocasiões, o aumento de pacientes é expressivo”, informa a PM. 

Em abril, a Lupa publicou uma reportagem mostrando que imagens de alas vazias de hospitais estão sendo usadas para minimizar a gravidade da epidemia.

Em 05 de maio, reportagem do jornal O Globo informou que 22 profissionais do HCPM testaram positivo para a Covid-19 entre 24 de abril e 02 de maio. De acordo com a corporação, 14 policiais da corporação faleceram em decorrência da doença e 837 casos tinham sido confirmados até o dia 15 de maio.  

Até o fim do dia 18 de maio, havia 26.665 pessoas infectadas e 2.852 óbitos confirmados no estado do Rio de Janeiro.

Nota: esta reportagem faz parte do projeto de verificação de notícias no Facebook. Dúvidas sobre o projeto? Entre em contato direto com o Facebook.

Editado por: Chico Marés

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo