A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

#Verificamos: Vídeo de homem retirado vivo de túmulo é antigo e não tem relação com pandemia de Covid-19

Repórter | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
27.maio.2020 | 18h09 |

Circula pelas redes sociais um vídeo com um homem sendo retirado de um túmulo por policiais. De acordo com a legenda, ele teve uma parada cardíaca, mas foi dado como morto por Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. Teria sido então enterrado vivo em Feira de Santana, na Bahia. Ao acordar dentro da cova, gritou e esmurrou as paredes em desespero. Isso alertou os coveiros, que chamaram a polícia. Por meio do ​projeto de verificação de notícias​, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa​:

“Homem é enterrado vivo em Feira de Santana, na Bahia. 

Ele teve parada cardíaca e foi dado como morto por COVID19. Sepultado imediatamente, sem velório. Acordou dentro do túmulo e começou a berrar, bater nas paredes. Os coveiros chamaram a polícia e vejam no que deu”

Legenda de vídeo publicado no Facebook que, até as 17h de 27 de maio de 2020, tinha mais de 3,7 mil compartilhamentos

FALSO

A informação analisada pela Lupa é falsa. O vídeo circulou originalmente em janeiro de 2019, ou seja, mais de um ano antes da pandemia do novo coronavírus. O caso também não ocorreu em Feira de Santana, mas em Tarauacá, no Acre. Segundo texto publicado em 4 de janeiro do ano passado pelo jornal O Alto Acre, as cenas mostram um homem não identificado que ficou preso dentro de um túmulo e foi resgatado pela polícia. O vídeo também circulou no YouTube no início do ano passado

Morador de Feijó (AC), uma cidade localizada a 51 quilômetros de Tarauacá, ele não conseguiu comparecer ao velório do pai, morto dias antes. Percorreu a pé, então, a distância entre os dois municípios e entrou no túmulo para se despedir. Só conseguiu sair do local com a ajuda dos policiais. Durante o salvamento, ele reclama muito de dor. “Eu vim de Feijó a pé. As minhas pernas não têm força não”, diz. No final da gravação, ele finalmente é retirado, mas não consegue se levantar.

Uma versão desse conteúdo foi checada por Boatos.org, Fato ou Fake e Aos Fatos.

Nota:‌ ‌esta‌ ‌reportagem‌ ‌faz‌ ‌parte‌ ‌do‌ ‌‌projeto‌ ‌de‌ ‌verificação‌ ‌de‌ ‌notícias‌‌ ‌no‌ ‌Facebook.‌ ‌Dúvidas‌ sobre‌ ‌o‌ ‌projeto?‌ ‌Entre‌ ‌em‌ ‌contato‌ ‌direto‌ ‌com‌ ‌o‌ ‌‌Facebook‌.

Editado por: Chico Marés

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo