Tem certeza que deseja sair da sua conta?

#Verificamos: É antiga foto de manifestante em cima de carro da Polícia Civil de SP

Repórter (especial para a Lupa) | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
02.jun.2020 | 17h27 |

Circula nas redes sociais uma foto de um homem mascarado, segurando uma bandeira preta, em cima de um carro virado da Polícia Civil de São Paulo. O texto da legenda que acompanha a imagem indica que ela foi registrada durante as manifestações que ocorreram no último domingo (31). Na capital paulista, houve um protesto em defesa da democracia e contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na avenida Paulista. O ato foi organizado por torcedores dos quatro principais clubes de futebol de São Paulo: Corinthians, Palmeiras, São Paulo e Santos. Por meio do ​projeto de verificação de notícias​, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa​:

“OLHA SÓ O ABUSO
A COR DA BANDEIRA
O CARRO DA POLÍCIA VIRADO
VÃO DEIXANDO
NÃO VOLTEM ESSES BANDIDOS PARA OS PRESÍDIOS O MAIS RÁPIDO POSSÍVEL
OU FUDEU TUDO”
Legenda de imagem publicada no Facebook que, até as 16h do dia 02 de junho de 2020, tinha sido compartilhada por mais de 890 pessoas

FALSO

A foto analisada pela Lupa é antiga. A imagem foi registrada pelo fotógrafo Alexandre Moreira, pela agência de notícias Folhapress, em 7 de outubro de 2013. A foto foi tirada em uma manifestação realizada por estudantes da Universidade de São Paulo (USP), em apoio aos professores em greve no Rio de Janeiro.

Em matérias publicadas na época, é possível averiguar que a foto realmente foi registrada nesses protestos pela educação de outubro de 2013. No G1, há uma reportagem com uma foto da mesma cena, por outro ângulo. O registro é do fotógrafo Daniel Teixeira, do Estadão Conteúdo.

As informações da placa (DPJ 4778) e do código do carro da Polícia Civil de São Paulo (P-20062) são as mesmas que constam na foto que circula nas redes sociais. Segundo a reportagem, manifestantes viraram um carro da Polícia Civil no cruzamento da avenida Rio Branco com a rua Aurora, na capital paulista. É possível reparar, usando o Google Maps, que há uma placa idêntica à mostrada na foto nessa localidade.

Em galeria no portal Terra, também de outubro de 2013, é possível encontrar uma foto, do fotógrafo Ricardo Matsukawa, que mostra os manifestantes virando o carro da Polícia Civil. O número da placa e o código do carro são os mesmos das outras imagens.

Por último, em outra publicação do G1, há um vídeo do SPTV que mostra o exato momento quando os manifestantes viraram o carro da Polícia Civil. Novamente, o código e a placa são os mesmos.

Essa informação também foi verificada pelo Aos Fatos.

Atualizado às 22h do dia 12 de junho de 2020: O fotógrafo Alexandre Moreira entrou em contato com a Lupa por e-mail, e informou ser o autor da foto. A matéria foi atualizada para incluir esta informação. O trecho abaixo foi suprimido:

Por meio de uma busca reversa de imagens, é possível encontrar a mesma foto em uma página de um blog, postada em 2013. A publicação diz que a cena foi registrada durante uma manifestação que aconteceu em outubro daquele ano, realizada por estudantes da Universidade de São Paulo (USP), em apoio aos professores em greve no Rio de Janeiro. Entretanto, a autoria da imagem não é indicada.

Nota:‌ ‌esta‌ ‌reportagem‌ ‌faz‌ ‌parte‌ ‌do‌ ‌‌projeto‌ ‌de‌ ‌verificação‌ ‌de‌ ‌notícias‌‌ ‌no‌ ‌Facebook.‌ ‌Dúvidas‌ sobre‌ ‌o‌ ‌projeto?‌ ‌Entre‌ ‌em‌ ‌contato‌ ‌direto‌ ‌com‌ ‌o‌ ‌‌Facebook‌.

Editado por: Chico Marés

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

A Lupa está infringindo esse código? Clique aqui e fale com a IFCN

 

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo