A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

Em nova fase, CoronaVerificado é base para análises sobre desinformação em torno da Covid-19

| Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
08.jun.2020 | 14h00 |

A Agência Lupa, a maior agência de checagem de fatos do Brasil, numa parceria com o Instituto Serapilheira, dedicado ao fomento à ciência e divulgação científica e a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) lançam nesta terça-feira um desdobramento do projeto CoronaVerificado. Trata-se de uma iniciativa de três meses para combater a desinformação a respeito do novo coronavírus e da Covid-19, com produção de conteúdo analítico baseado na plataforma de informações verificadas lançada em maio pela Lupa no Brasil, em parceria com o Google News Initiative e com a rede de checadores latino-americanos LatamChequea.

Segundo levantamento feito pelas empresas MindMiners e Avaaaz, 70% dos brasileiros buscam informações sobre coronavírus uma ou mais vezes por dia. Nada menos que 80% querem saber se foram expostos a notícias falsas sobre a pandemia e 60% acompanham TV e sites de notícias diariamente, seguidos de redes sociais. Por fim, 40% consideram redes sociais pouco ou nada confiáveis e 14% pensam o mesmo de sites de notícias. 

Para dissipar essa confusão e tornar o CoronaVerificado uma referência em informações checadas sobre o novo coronavírus no Brasil, o projeto terá a parceria do UOL e da Folha de São Paulo, que publicarão colunas semanais com análises sobre ondas de desinformação em torno do novo coronavírus. 

“Neste momento crítico, sabemos que o nosso trabalho precisa alcançar a maior quantidade de pessoas possível. Contar com a parceria da Unesco e do Serrapilheira coloca o CoronaVerificado em outro patamar em termos de relevância. E ter espaço na Folha e no UOL para levar ao leitor análises qualificadas sobre a desinformação agora é contribuir também para a qualificação do debate público”, afirma Natália Leal, diretora de conteúdo da Lupa e gerente do projeto no Brasil.

Nesta nova etapa do CoronaVerificado, influenciadores digitais também serão convidados a colaborar com ações de conscientização sobre o risco dos conteúdos falsos e como se prevenir deles.

“O Serrapilheira tem, como parte central de sua missão, fortalecer a cultura científica no Brasil. Consideramos o trabalho de jornalistas e checadores de informação de extrema relevância para essa construção, já que combater a desinformação por meio da checagem rigorosa de informações e a disseminação do conteúdo produzido a partir disso é contribuir para um debate público cientificamente informado”, disse a diretora de Divulgação Científica do Instituto Serrapilheira, Natasha Felizi.

Quatro profissionais trabalham diretamente nesta fase do CoronaVerificado. O investimento da Unesco e do Instituto Serrapilheira gira em torno de R$ 100 mil.

“Vivemos em um período no qual o jornalismo tem papel fundamental. A parceria com o Instituto Serrapilheira e a Agência Lupa é de grande importância no contexto de  disseminação de desinformação quanto à Covid-19. Contribuir para informar a sociedade verificando os fatos, por meio de um jornalismo responsável e qualificado, é o que nos prepara para lidarmos com a pandemia e suas consequências, a partir da troca de experiências, avaliação de alternativas para prevenção e análise de resultados para tomada de decisões. Apoiamos esta iniciativa, que seguramente vai permitir não só um ambiente mais seguro para a atuação dos profissionais do jornalismo, mas também uma maior conscientização de todos sobre a importância da checagem de dados e fatos, principalmente no campo do jornalismo científico”, destaca a Diretora e Representante da UNESCO no Brasil, Marlova Jovchelovitch Noleto.

O CoronaVerificado

O projeto CoronaVerificado é uma plataforma de informação verificada em português sobre o novo coronavírus. A base de checagens organiza conteúdos conferidos por sites e agências de fact-checking em toda a América Latina, além da Espanha e de Portugal. Lançado em maio no Brasil, o projeto foi traduzido a partir da plataforma LatamChequea Coronavírus e contou com apoio do Google News Initiative. A iniciativa, organizada, no Brasil, pela Lupa, é uma colaboração da rede LatamChequea, que congrega checadores em toda a América Latina e é coordenada pelo Chequeado, plataforma de verificação de fatos argentina e pioneira na área na América do Sul.

No CoronaVerificado, leitores podem fazer diferentes buscas por boatos que circulam em cerca de 20 países e acessar as verificações publicadas por mais de 35 plataformas. Também é possível ver as medidas tomadas por governos para frear a pandemia do novo coronavírus. O sistema também é uma ferramenta importante para jornalistas que atuam na cobertura, abrindo a possibilidade de múltiplas análises locais e regionais sobre as ondas de desinformação em torno da Covid-19. 

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo