A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

#Verificamos: É falso que Hospital de Messejana, em Fortaleza, fechou ala de Covid-19

Repórter | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
22.jun.2020 | 19h09 |

Circula pelas redes sociais um vídeo com vários funcionários batendo palmas em uma unidade de saúde localizada em Messejana, em Fortaleza (CE). Quase todos estão usando máscaras. Segundo a legenda, trata-se de uma comemoração pelo fechamento da ala de Covid-19 do hospital do bairro, por falta de pacientes. Por meio do ​projeto de verificação de notícias​, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa​:

“Hospital de Messejana Fortaleza fecha ala de COVID 19 por falta de pacientes!”
Legenda de vídeo publicado no Facebook que, até as 16h de 22 de junho de 2020, tinha mais de 17 mil compartilhamentos

FALSO

A informação analisada pela Lupa é falsa. O vídeo não foi gravado no Hospital de Messejana Doutor Carlos Alberto Studart Gomes, mas na Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) do bairro, em Fortaleza, no dia 17 de junho. A assessoria de imprensa da UPA, vinculada à Secretaria da Saúde do Ceará, informou, por telefone, que as imagens mostram os funcionários celebrando a queda no número de pacientes com Covid-19. Naquele dia, havia quatro pessoas com a doença na unidade de saúde. Eles foram deslocados para a ala infantil, para que pudesse ser feita a assepsia da área destinada a adultos. Nesse momento, foi gravado o vídeo. As imagens eram apenas para uso interno, mas viralizaram.

A UPA de Messejana não tem nenhuma ala destinada especificamente a pessoas com Covid-19. Além disso, o local continua a receber casos da doença. Os pacientes atendidos fazem testes para confirmar a contaminação pelo novo coronavírus e, após avaliação médica, são transferidos para tratamento em hospitais de referência de Fortaleza ou liberados. Com isso, há um fluxo constante de pessoas, que pode aumentar ou diminuir, de acordo com a demanda.

Do dia 17 de junho até domingo (21), passaram pela UPA de Messejana sete pacientes com suspeita de Covid-19. Além dos quatro que estavam no local no dia em que foi gravado o vídeo dos funcionários, entraram outros três – um na sexta-feira, um no sábado e outro no domingo. Ao longo desse período, cinco foram transferidos para hospitais de referência (um na quarta-feira, dois na quinta-feira, um no sábado e um no domingo), um teve alta (no sábado) e um morreu (no domingo). Na tarde desta segunda-feira (22), mais três casos suspeitos deram entrada naquela unidade de saúde.

A assessoria de imprensa do Hospital de Messejana Doutor Carlos Alberto Studart Gomes também afirmou, por telefone, que o local continua a receber pacientes com Covid-19. A instituição é um dos centros de referência para o tratamento da doença no estado.

Uma versão semelhante desse conteúdo foi desmentida pelo Estadão Verifica.

Nota:‌ ‌esta‌ ‌reportagem‌ ‌faz‌ ‌parte‌ ‌do‌ ‌‌projeto‌ ‌de‌ ‌verificação‌ ‌de‌ ‌notícias‌‌ ‌no‌ ‌Facebook.‌ ‌Dúvidas‌ sobre‌ ‌o‌ ‌projeto?‌ ‌Entre‌ ‌em‌ ‌contato‌ ‌direto‌ ‌com‌ ‌o‌ ‌‌Facebook‌.

Editado por: Chico Marés

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo