A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

#Verificamos: Foto viral de tempestade não foi tirada em Florianópolis durante ‘ciclone bomba’

Repórter | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
03.jul.2020 | 13h36 |

Circula nas redes sociais uma foto de uma grande nuvem em cima de uma cidade. A legenda que acompanha a imagem diz que o registro foi feito em Florianópolis (SC). Desde a última terça-feira (30), a região Sul do Brasil vem sofrendo com um “ciclone bomba”, que já matou dez pessoas e causou estragos em diversas cidades. Por meio do ​projeto de verificação de notícias​, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa:

“Florianópolis”
Legenda da imagem publicada no Facebook que, até às 13h do dia 03 de julho de 2020, tinha sido compartilhada por mais de 200 pessoas

FALSO

A foto analisada pela Lupa é antiga e não mostra o “ciclone bomba” que vem devastando a região Sul do Brasil, em especial os estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Na verdade, o registro foi feito pelo fotógrafo Gabriel Zaparolli em dezembro de 2019 durante uma tempestade que ocorreu na cidade de Torres, no Rio Grande do Sul. A imagem pode ser vista no Facebook do fotógrafo e também em uma reportagem publicada pelo jornal Zero Hora.

Na época do temporal de Torres, o Instituto Nacional de Meteorologia informou que as rajadas de vento chegaram a 78 km/h. A Defesa Civil indicou que cerca de 20 casas foram afetadas pelo evento climático. A entidade acredita que esse fenômeno pode ter sido uma “microexplosão”.

Essa foto foi tirada de contexto para ilustrar o “ciclone bomba” que atingiu a região Sul na última terça-feira (30). Até o momento, o fenômeno resultou em dez mortes em Santa Catarina e no Rio Grande do Sul. Esses estados também sofreram com quedas de árvores, destelhamentos e falta de energia elétrica em residências.

Essa informação também foi verificada pelo Aos Fatos.

Nota:‌ ‌esta‌ ‌reportagem‌ ‌faz‌ ‌parte‌ ‌do‌ ‌‌projeto‌ ‌de‌ ‌verificação‌ ‌de‌ ‌notícias‌‌ ‌no‌ ‌Facebook.‌ ‌Dúvidas‌ sobre‌ ‌o‌ ‌projeto?‌ ‌Entre‌ ‌em‌ ‌contato‌ ‌direto‌ ‌com‌ ‌o‌ ‌‌Facebook‌.

Editado por: Chico Marés

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo