A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

#Verificamos: Não há estudo que comprove que ivermectina fez cair número de infectados em Natal

Repórter (especial para a Lupa) | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
06.jul.2020 | 21h13 |

Circula nas redes sociais que estudos comprovam que o uso da ivermectina está relacionado à diminuição do número de infectados por Covid-19 no município de Natal (RN).  Por meio do ​projeto de verificação de notícias​, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa:

“Estudos mostram que uso da Ivermectina fez cair números de infectados por COVID-19 [em Natal, RN]”
Título de texto publicado no site Terra Brasil Notícias (sem ligação com o portal Terra) que, até as 20h do dia 6 de julho de 2020, tinha sido compartilhado por mais de 700 pessoas no Facebook

FALSO

A informação analisada pela Lupa é falsa. Não há nenhum estudo que relacione a diminuição de infectados por Covid-19 em Natal (RN), ou em qualquer município do Brasil, com o uso da ivermectina como forma de tratamento. Estudo publicado na Antiviral Research, mostrou que o medicamento foi capaz de inibir a replicação do SARS-CoV-2 in vitro. Contudo, ainda não há comprovação de que o fármaco tenha o mesmo efeito no corpo humano.

O conteúdo publicado pelo site Terra Brasil Notícias é uma reportagem copiada do site da Rádio 98 FM, de Natal, cujo título foi alterado. No texto, o médico infectologista Fernando Suassuna, que é presidente de um Comitê Científico de Combate à Covid-19 criado pela Prefeitura de Natal, atribui à ivermectina a redução na procura de leitos nas UTIs da cidade. Contudo, ele diz também que isso não é um “dado científico” e que “não tem como comprovar” a relação.

Segundo dados do Ministério da Saúde, a capital potiguar registrou uma média de 284 novos casos de Covid-19 nos últimos sete dias, considerando dados de 6 de julho. Em junho, essa média chegou a atingir 450 por dia. Pesquisa da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), publicada no dia 29 de junho, mostrou que as buscas por atendimentos nas UPAs em todo o estado diminuíram a partir de 21 junho, o que pode refletir na diminuição das internações. O estudo, contudo, não cita o uso da ivermectina como motivador deste processo.

Nota:‌ ‌esta‌ ‌reportagem‌ ‌faz‌ ‌parte‌ ‌do‌ ‌‌projeto‌ ‌de‌ ‌verificação‌ ‌de‌ ‌notícias‌‌ ‌no‌ ‌Facebook.‌ ‌Dúvidas‌ sobre‌ ‌o‌ ‌projeto?‌ ‌Entre‌ ‌em‌ ‌contato‌ ‌direto‌ ‌com‌ ‌o‌ ‌‌Facebook‌.

Editado por: Chico Marés

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo