A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

Foto: Marcos Corrêa/PR
Foto: Marcos Corrêa/PR

#Verificamos: É falso que Bolsonaro aparece com 94% das intenções de votos em pesquisa sobre eleições de 2022

Repórter | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
10.jul.2020 | 15h09 |

Circula nas redes sociais que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) teria aparecido com 94% em pesquisa de intenção de votos para as eleições de 2022. Por meio do ​projeto de verificação de notícias​, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa:

 

“Bolsonaro dispara nas pesquisas, 94% querem que ele seja reeleito em 2022”
Texto de imagem publicada no Facebook que, até às 13h do dia 10 de julho de 2020, tinha sido compartilhada por 1,4 mil pessoas 

FALSO

A informação analisada pela Lupa é falsa. As pesquisas divulgadas até o momento não mostram que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) seria reeleito em 2022 com 94% dos votos. Duas pesquisas eleitorais para 2022 foram realizadas nos últimos meses, uma delas do instituto Paraná Pesquisas e outra do instituto Quaest. Em ambas, Bolsonaro aparece na liderança, mas com menos de 30% das intenções de voto.

O levantamento nacional mais recente sobre o cenário das eleições de 2022 foi realizado pelo instituto Quaest, em junho. No único cenário testado, Bolsonaro aparece com 22% das intenções de voto. Também foram incluídos na pesquisa Sergio Moro (sem partido), Fernando Haddad (PT), Ciro Gomes (PDT), Luciano Huck (sem partido), Guilherme Boulos (PSOL) e João Doria (PSDB).

Em maio, a revista Veja publicou um levantamento do instituto Paraná Pesquisas. Três cenários foram testados. Bolsonaro apareceu na liderança nos três, oscilando entre 26% e 29%, dependendo dos adversários. Essa pesquisa foi feita entre os dias 26 e 29 de abril, ou seja, logo após a saída de Moro do governo Bolsonaro. O ex-juiz acusou o presidente de tentar interferir na autonomia da Polícia Federal para benefícios próprios

Essa informação também foi verificada pela plataforma de checagem de fatos Polígrafo, de Portugal.

Avaliação do governo

A avaliação do governo Jair Bolsonaro vem piorando durante a pandemia da Covid-19. Divulgado no dia 26 de junho, um levantamento feito pelo Datafolha mostrou que 44% dos entrevistados consideravam a gestão atual ruim ou péssima. O estudo mostrou que 23% considerava o governo regular e que 32% considerava o governo bom ou ótimo.

Já uma pesquisa do DataPoder360 divulgada na última quinta-feira (9) mostrou que a aprovação do presidente era de 40%, enquanto sua desaprovação era de 47%. Esses números se mantiveram estáveis comparados com o último levantamento realizado, segundo o instituto.

Boatos semelhantes

Essa não é a primeira vez que a Lupa desmente uma informação sobre pesquisas de intenção de voto para as eleições de 2022. Em abril, circulou pelas rede sociais uma imagem de um suposto tuíte da CNN Brasil dizendo que o presidente Jair Bolsonaro teria 86% das intenções de voto para as próximas eleições presidenciais. Contudo, a Lupa mostrou que o tuíte era falso

Em junho, outro boato usava um infográfico para informar – incorretamente – as taxas de aprovação e reprovação do presidente Jair Bolsonaro e de outros ex-presidentes como  Fernando Henrique Cardoso (PSDB), Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Dilma Rousseff (PT). Nessa publicação, o código de cores de um gráfico do jornal O Globo foi alterado digitalmente para indicar que Bolsonaro teria uma aprovação melhor do que seus antecessores no início de seus mandatos – quando, na verdade, o gráfico mostrava o contrário.

Nota:‌ ‌esta‌ ‌reportagem‌ ‌faz‌ ‌parte‌ ‌do‌ ‌‌projeto‌ ‌de‌ ‌verificação‌ ‌de‌ ‌notícias‌‌ ‌no‌ ‌Facebook.‌ ‌Dúvidas‌ sobre‌ ‌o‌ ‌projeto?‌ ‌Entre‌ ‌em‌ ‌contato‌ ‌direto‌ ‌com‌ ‌o‌ ‌‌Facebook‌.

Editado por: Chico Marés

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo