A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

Alan Light/Flickr
Alan Light/Flickr

#Verificamos: É falso que uso de máscaras caseiras não protege contra a Covid-19

Repórter | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
04.set.2020 | 15h12 |

Circula pelas redes sociais uma imagem de uma conversa no Facebook dizendo que o uso de máscaras é inútil contra o novo coronavírus. Uma mulher questiona se está certo fazer aglomerações e não usar esse tipo de proteção. Em seguida, um homem responde que o pano das máscaras caseiras protege tanto quanto uma cueca evita o cheiro de gases – logo, não haveria nenhum benefício em colocá-las. Por meio do ​projeto de verificação de notícias​, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa​:

“Usar máscara de pano protege você o tanto que uma cueca e uma calça protegem do cheiro de um peido, se partículas de fezes escapam de lá, imagine um Vírus kkkk”

Texto de imagem em post publicado no Facebook que, até as 10h30 de 4 de setembro de 2020, tinha 432 compartilhamentos

FALSO

A informação analisada pela Lupa é falsa. Estudos científicos mostram que todas as máscaras caseiras oferecem algum nível de proteção contra o novo coronavírus. Quanto mais camadas de tecido houver, menor a chance de uma pessoa ser infectada. Essa barreira, apesar de não garantir isolamento total como o de algumas máscaras hospitalares, reduz a propagação do vírus, especialmente quando combinada a medidas como distanciamento social. O tipo de material usado e o formato também fazem diferença no desempenho.

Um estudo feito por pesquisadores da Universidade Atlântica da Flórida, nos Estados Unidos, concluiu que máscaras de algodão com duas ou mais camadas em formato de cone, bem ajustadas ao rosto, conseguem reduzir o alcance de partículas respiratórias. Ou seja, quando alguém fala, tosse ou espirra, as gotículas expelidas acabam percorrendo uma distância muito menor do que se a pessoa estivesse sem máscara. Em vez de viajarem 4 metros, acabam percorrendo alguns alguns centímetros. Isso acaba reduzindo a chance de alguém contaminado transmitir o novo coronavírus.

Já uma revisão de 172 estudos sobre esse tema publicada pela revista The Lancet indica que o uso de máscaras caseiras reduz em 67% o risco de infecção. Como essa proteção não é completa, precisa ser combinada o distanciamento social e a higienização constante das mãos, com água e sabão ou álcool em gel, entre outras medidas.

Nota:‌ ‌esta‌ ‌reportagem‌ ‌faz‌ ‌parte‌ ‌do‌ ‌‌projeto‌ ‌de‌ ‌verificação‌ ‌de‌ ‌notícias‌‌ ‌no‌ ‌Facebook.‌ ‌Dúvidas‌ sobre‌ ‌o‌ ‌projeto?‌ ‌Entre‌ ‌em‌ ‌contato‌ ‌direto‌ ‌com‌ ‌o‌ ‌‌Facebook‌.

Editado por: Chico Marés

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo