A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

#Verificamos: Homem sem máscara hostilizado em vídeo viral não é Lula

Repórter (especial para a Lupa) | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
15.set.2020 | 19h25 |

Circula nas redes sociais um vídeo que, segundo a legenda, mostra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) sendo hostilizado. A publicação diz que o petista estava em um bar, bebendo com os amigos, todos sem máscaras. Um cidadão critica a atitude do ex-presidente, chamando-o de “ladrão”. Por meio do ​projeto de verificação de notícias​, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa:

“O cachaceiro Lula bebendo com seus amigos, todos sem máscara! No entanto, em frente a câmera, o ladrão, como um bom ator, diz para os alienados, que param para ouví-lo, para se protegerem”
Legenda de vídeo publicado no Facebook que, até as 17h30 de 15 de setembro de 2020, tinha mais de 3,1 mil compartilhamentos

FALSO

A informação analisada pela Lupa é falsa. A pessoa que aparece no vídeo não é o ex-presidente Lula. As imagens mostram, na verdade, Wagner Pires de Sá, ex-presidente do Cruzeiro, sendo hostilizado por um grupo em um bar de Belo Horizonte. O caso ocorreu na última sexta-feira (11), segundo uma publicação do Globoesporte.com. Outros veículos, a exemplo do Hoje em Dia e O Tempo, também registraram o fato.

No vídeo, o rapaz que aparece nas imagens, ao abordar a mesa, direciona as críticas ao ex-presidente do Cruzeiro. Em nenhum momento o nome do ex-presidente Lula é citado. “Seu Wagner, o senhor não tem vergonha na cara, não? O senhor é safado, fica aqui tomando cerveja na maior cara de pau. Te falta vergonha na cara. Você é um bandido, ladrão e safado”, diz o homem. Em outro vídeo publicado no canal Cruzeiro Sports, no YouTube, aparece um outro trecho com outros torcedores hostilizando o ex-presidente do time. “Parabéns, o Clube na série B e você aqui tomando cerveja”, grita uma das pessoas.

Wagner Pires de Sá, que comandou o Cruzeiro entre 2018 e 2019, está sendo investigado, juntamente com outros ex-dirigentes, por praticar diversas irregularidades enquanto estava no comando do clube. Em agosto deste ano, a Policia Civil de Minas Gerais indiciou o grupo por apropriação indébita, falsidade ideológica, associação criminosa e lavagem de dinheiro. Também em agosto, o Ministério Público de Minas Gerais determinou o sequestro e o bloqueio de bens do ex-dirigente,“com objetivo de garantir futuro ressarcimento de danos ao clube”. Em dezembro do ano passado, Pires de Sá renunciou à presidência do Cruzeiro.

Informação similar foi checada pelo Boatos.org.

Nota:‌ ‌esta‌ ‌reportagem‌ ‌faz‌ ‌parte‌ ‌do‌ ‌‌projeto‌ ‌de‌ ‌verificação‌ ‌de‌ ‌notícias‌‌ ‌no‌ ‌Facebook.‌ ‌Dúvidas‌ sobre‌ ‌o‌ ‌projeto?‌ ‌Entre‌ ‌em‌ ‌contato‌ ‌direto‌ ‌com‌ ‌o‌ ‌‌Facebook‌.

Editado por: Maurício Moraes

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo