A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

Foto: Pete-Linforth
Foto: Pete-Linforth

#CaiuNaRede: É fake que melancias estão vindo da China contaminadas pelo novo coronavírus

Repórter (especial para a Lupa) | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
16.set.2020 | 15h23 |

Em áudio divulgado nas redes sociais, uma mulher afirma que melancias estão vindo contaminadas da China pelo novo coronavírus. Ela ainda diz que políticos que não concordaram com o recebimento de melancias contaminadas saíram do governo. O material foi analisado no Caiu na rede: é fake?. Confira:

“Por favor, só não divulgue nome de quem te passar, por favor. Mas avisa toda a população que puder: não compre melancia no Brasil. As melancias tá entrando já nos comércio todas contaminada…”

Trecho de áudio que circulou em diversos grupos do WhatsApp

FALSO

A informação analisada é falsa. O Ministério da Saúde afirma que não há evidência que produtos enviados da China para o Brasil tragam o novo coronavírus. Acrescenta que o vírus só é transmitido entre humanos e não sobrevive mais de 24 horas fora do organismo humano ou de algum animal, e o tempo de tráfego desses produtos costuma ser de muitos dias.

O áudio traz outras inverdades como a possibilidade de greve dos caminhoneiros, o que não ocorreu no país no Brasil no período.

Nota da redação: o projeto Caiu na rede: é fake? é uma parceria da Agência Lupa com Voz das Comunidades e Favela em Pauta e conta com o apoio da Fundação Heinrich Böll Brasil.

Editado por: Marcela Duarte e Natália Leal

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo