A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

#Verificamos: Brigadistas em vídeo viral não estão ‘ateando fogo’ no Pantanal em vez de apagar

Repórter (especial para a Lupa) | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
16.set.2020 | 15h32 |

Circula pelas redes sociais um vídeo que mostra brigadistas do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) ateando fogo numa área de vegetação no município de Cáceres (MT). Segundo a publicação, esses profissionais estão incendiando o Pantanal em vez de apagar as chamas – o que seria a sua função. Por meio do ​projeto de verificação de notícias​, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa:

“Quem é para apagar , ateia fogo . Bom dia !”
Vídeo em post no Facebook que, até às 10h40 do dia 16 de setembro, tinha mais de 20 mil visualizações

FALSO

A informação analisada pela Lupa é falsa. Embora as imagens sejam reais, as informações narradas na gravação foram retiradas de contexto. Em vez de atear fogo, como sugere a pessoa que filmou a ação, a equipe de brigadistas do ICMBio realizou uma manobra de combate a incêndios florestais conhecida como queima de expansão ou contrafogo. Essa técnica consiste em aplicar fogo numa área controlada e, dessa forma, eliminar o material combustível do terreno, como galhos secos, folhas e gravetos, por exemplo. É uma forma de prevenir a propagação das chamas em caso de queimadas no local.

A operação mostrada no vídeo foi realizada no dia 13 de setembro de 2020 em Cáceres, no Mato Grosso. No território do município encontram-se três unidades de conservação federais ameaçadas pelas queimadas que atingem o Pantanal: Estação Ecológica da Serra das Araras, Reserva Particular do Patrimônio Natural Jubran e Estação Ecológica de Taiamã.

Em nota, o ICMBio afirmou que o vídeo que viralizou nas redes sociais foi produzido e divulgado por um brigadista que esteve em campo e que narrou uma versão errônea sobre a prática. Na gravação, ele afirma: “Olha aí, os brigadistas, em vez de apagar o fogo ‘está tacando’ fogo. É brincadeira? Olha quem que apaga o fogo no Pantanal? Você viu? Esse é o brigadista, o herói do fogo.”

O instituto também informou que o “controle dessa técnica exige pessoal treinado e experiente, pontos de ancoragem muito bem definidos e condições meteorológicas favoráveis para que o fogo não se alastre e inicie um novo incêndio.” Segundo o ICMBio, todas essas condições foram obedecidas e a queima foi considerada um sucesso.

Nota:‌ ‌esta‌ ‌reportagem‌ ‌faz‌ ‌parte‌ ‌do‌ ‌‌projeto‌ ‌de‌ ‌verificação‌ ‌de‌ ‌notícias‌‌ ‌no‌ ‌Facebook.‌ ‌Dúvidas‌ sobre‌ ‌o‌ ‌projeto?‌ ‌Entre‌ ‌em‌ ‌contato‌ ‌direto‌ ‌com‌ ‌o‌ ‌‌Facebook‌.

Editado por: Maurício Moraes

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo