A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

#Verificamos: É falsa foto de ‘caminhões apreendidos pelo Exército’ com madeira da Amazônia com destino à Europa

Repórter (especial para a Lupa) | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
06.out.2020 | 18h13 |

Circula pelas redes sociais foto que mostra caminhões carregados de madeira de árvores da Amazônia, que supostamente foram apreendidas pelo Exército e tinham como destino final a Europa. Por meio do ​projeto de verificação de notícias​, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa:

Vai vendo… madeira da Amazônia que tinha como destino a Europa apreendida pelo exército. Entenderam a gritaria
Texto publicado no Facebook que, até às 14h do dia 06 de outubro de 2020, tinha sido compartilhado por mais de 929 pessoas.

FALSO

A informação analisada pela Lupa é falsa. A foto utilizada na publicação já circula desde, pelo menos, 2016, quando foi publicada em um perfil de Facebook chamado Máfia da Tora.

Segundo o perfil, a foto foi tirada no município de Cláudia, em Mato Grosso. Embora não tenha sido possível confirmar essa informação, a imagem é consistente com fotos da avenida Gaspar Dutra, uma das principais do município, na ferramenta Google Maps.

Em nota, o Exército Brasileiro disse que as operações realizadas, assim como os resultados, são publicadas no site da instituição. Não foi possível encontrar nenhum registro de grande apreensão de toras nos últimos dias.

Desde janeiro, de acordo com o Sistema de Alerta de Desmatamento (SAD) do Imazon, a Amazônia perdeu 5.190 km² de mata nativa. Enquanto isso, no Pantanal, foram registrados 8.106 pontos de incêndio somente em setembro, o maior número de focos da história. 

Outras versões desse conteúdo falso que circulam nas redes dizem que a madeira seria do “cabeça do MST no Pará”.

Essa foto também foi verificada pelos sites Boatos.org e E-Farsas

Nota: esta‌ ‌reportagem‌ ‌faz‌ ‌parte‌ ‌do‌ ‌‌projeto‌ ‌de‌ ‌verificação‌ ‌de‌ ‌notícias‌‌ ‌no‌ ‌Facebook.‌ ‌Dúvidas‌ sobre‌ ‌o‌ ‌projeto?‌ ‌Entre‌ ‌em‌ ‌contato‌ ‌direto‌ ‌com‌ ‌o‌ ‌‌Facebook‌.

Editado por: Chico Marés

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo