A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

#Verificamos: É falso que Bill Gates não permitiu a vacinação dos próprios filhos

Repórter (especial para a Lupa) | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
08.out.2020 | 15h47 |

Circula nas redes sociais que o fundador da Microsoft, Bill Gates, teria se recusado a vacinar os próprios filhos. A informação teria sido divulgada por um suposto “ex-médico” da família em um simpósio. “Posso dizer que ele se recusou terminantemente a vaciná-los quando criança”, teria dito o profissional. Por meio do projeto de verificação de notícias, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa:

“Você sabia que Bill Gates se recusa a vacinar seus próprios filhos? ‘Não sei se ele os vacinou quando adultos, mas posso dizer que ele se recusou terminantemente a vaciná-los quando crianças’, disse o médico… Acrescentando ‘eles eram crianças lindas, muito inteligentes e vivaz, ele disse que eles ficariam bem como estavam, eles não precisavam de nenhuma injeção”
Texto publicado no Facebook que, até o dia 08 de outubro, tinha sido compartilhado por 326 pessoas

FALSO

A informação analisada pela Lupa é falsa. Não há evidências de que um “ex-médico” de Bill Gates alegou que o fundador da Microsoft não vacinou seus três filhos. O boato circula desde fevereiro de 2018, quando foi publicado pelo tabloide americano YourNewsWire. Em entrevista às publicações americanas Reuters e APNews, o atual editor do portal, agora chamado de NewsPunch, afirmou que a história foi copiada de “algum blog”. 

“Desde que foi alegado que copiamos uma história que era provavelmente falsa, nós removemos o artigo do site antigo e não republicamos no novo site”, diz o editor. Até outubro de 2018, agência de checagem americana Poynter chegou a avaliar como falsas cerca de 80 publicações do YourNewsWire.

Em fevereiro de 2018, a esposa de Bill, Melinda Gates, publicou em sua conta pessoal no Instagram que nenhuma criança deveria morrer de uma doença cuja prevenção é conhecida pela medicina. Já em abril de 2019, informou, em publicação no Facebook, que seus três filhos são vacinados. 

A Fundação Bill e Melinda Gates é conhecida por investir valores bilionários em pesquisas para a qualificação de vacinas. Durante a pandemia, investiu cerca de US$ 100 milhões para os esforços de detectar, isolar e tratar infectados por Covid-19, incluindo o desenvolvimento de vacinas. Defensor da vacinação obrigatória, Bill Gates foi citado ao menos 145 vezes em peças de desinformação sobre a Covid-19 ao redor do mundo.

Esta afirmação também foi verificada por Politifact, APNews, Reuters.

Nota: esta reportagem faz parte do projeto de verificação de notícias no Facebook. Dúvidas sobre o projeto? Entre em contato direto com o Facebook.

Editado por: Chico Marés

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo