A PRIMEIRA AGÊNCIA DE FACT-CHECKING DO BRASIL

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ABr
Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ABr

#Verificamos: É falso que eleitor que trabalhar nas eleições municipais perderá auxílios do governo 

Repórter | Rio de Janeiro | lupa@lupa.news
08.out.2020 | 15h31 |

Circula pelas redes sociais que beneficiários do Bolsa Família e de auxílios fornecidos pelo governo não podem trabalhar como mesários e perderão benefícios caso sejam flagrados atuando nas eleições. Por meio do ​projeto de verificação de notícias​, usuários do Facebook solicitaram que esse material fosse analisado. Confira a seguir o trabalho de verificação da Lupa:

“Atenção,  quem recebe  BOLSA FAMILA, AUXILO , LOAS. Não poderão trabalhar nessa eleição .Se algum  FISCAL DO TRE  pegar   você poderá  perder esse auxílio”
Post compartilhado no Facebook que, até às 15h do dia 8 de outubro de 2020, tinha sido compartilhado quase 160 pessoas no Facebook 

FALSO

A informação analisada pela Lupa é falsa. Pessoas que recebem Bolsa Família ou outros auxílios do governo podem ser mesários sem qualquer prejuízo. Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), apenas candidatos e seus parentes até o segundo grau, dirigentes partidários, autoridades e agentes policiais, funcionários do serviço eleitoral e pessoas menores de 18 anos não podem atuar como mesários. Não há nenhuma previsão legal de perda de qualquer auxílio governamental por exercer essa função.

Eleitores maiores de 18 anos podem ser convocados para atuar como mesários, ou podem exercer a função de forma voluntária. O serviço não é remunerado, mas os participantes recebem um auxílio-alimentação para ser usado no dia. Quem for mesário, de forma voluntária ou não, tem direito a dois dias de dispensa remunerada de seu trabalho para cada dia de treinamento e de trabalho. As horas podem ser usadas como atividades extra-curriculares por alunos universitários e como critério de desempate em concursos públicos – desde que previsto no edital da seleção em questão.

É possível se voluntariar para ser mesário. Em seu site, o TSE afirma que o programa Mesário Voluntário realiza ações desde 2004, visando atrair mais brasileiros para a necessidade da realização desse serviço fundamental para a democracia.

Esse conteúdo também foi verificado pelo site E-Farsas.

Nota:‌ ‌esta‌ ‌reportagem‌ ‌faz‌ ‌parte‌ ‌do‌ ‌‌projeto‌ ‌de‌ ‌verificação‌ ‌de‌ ‌notícias‌‌ ‌no‌ ‌Facebook.‌ ‌Dúvidas‌ sobre‌ ‌o‌ ‌projeto?‌ ‌Entre‌ ‌em‌ ‌contato‌ ‌direto‌ ‌com‌ ‌o‌ ‌‌Facebook‌.

Editado por: Chico Marés

O conteúdo produzido pela Lupa é de inteira responsabilidade da agência e não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização prévia.

A Agência Lupa é membro verificado da International Fact-checking Network (IFCN). Cumpre os cinco princípios éticos estabelecidos pela rede de checadores e passa por auditorias independentes todos os anos

Esse conteúdo foi útil?

1 2 3 4 5

Você concorda com o resultado desta checagem?

Sim Não

Leia também

SIGNATORY- International Fact-Checking Network
Etiquetas
VERDADEIRO
A informação está comprovadamente correta
VERDADEIRO, MAS
A informação está correta, mas o leitor merece mais explicações
AINDA É CEDO PARA DIZER
A informação pode vir a ser verdadeira. Ainda não é
EXAGERADO
A informação está no caminho correto, mas houve exagero
CONTRADITÓRIO
A informação contradiz outra difundida antes pela mesma fonte
SUBESTIMADO
Os dados são mais graves do que a informação
INSUSTENTÁVEL
Não há dados públicos que comprovem a informação
FALSO
A informação está comprovadamente incorreta
DE OLHO
Etiqueta de monitoramento
Seções
Arquivo